Comunicado Toyota Diamantina

CONFUSÃO NO "GANCHO" - Taxistas prometem bloquear avenida contra medida que proíbe o embarque e desembarque

Foto: Anderson Oliveira

Dez ônibus intermunicipais foram notificados por descumprimento da Portaria nº 02/2017, da Prefeitura de Conquista, que proíbe o embarque e desembarque na parada do "Gancho" e o coordenador do SIMTRANS, Ramon Campelo de Queiroz, os agentes têm realizado notificações e promete apreensões dos veículos.

O coordenador  promete endurecer nas ações. Ele destaca que os agentes têm realizado notificações e prometeu apreensões dos veículos.

Usuários, comerciantes e taxistas engrossam coro contra a medida, alegando transtornos e prejuízos. O taxista Paulinho, que atua no ponto do "Gancho" há 30 anos, vai mais além. "Nunca teve essa perseguição como agora, pois dependemos do ponto de taxi. Se os ônibus saírem, não temos como ficar".

O ponto de Taxi do "Gancho" tem 10 permissionários, que dependem de passageiros que chegam de Itambé, Itapetinga e de cidades do Sul e Extremo Sul da Bahia, além de povoados da zona rural, como Capinal e Limeira.

Com a fiscalização dos agentes de trânsito, cada taxista, que fazia entre 10 e 15 corridas por dia, não realiza três viagens atualmente. "

QUEDA DE BRAÇO

A fiscalização foi intensificada na manhã dessa quinta-feira, 2, por determinação da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista resultou em protestos de taxistas e comerciantes, que reclamam de perda de clientes e consequente prejuízos.

Em nota, a administração ressalta que, "durante todo o dia, seis agentes da atuarão no local, notificando os veículos que descumprirem a orientação". Além da aplicação de multas, a punição para as empresas que desobedecerem ao regulamento pode englobar ainda a apreensão dos veículos e fechamento do ponto de venda de passagens.

"Isso é um absurdo. Em plena crise, quando a Prefeitura deveria criar mecanismos para ajudar a quem trabalha, acaba retroagindo e punindo o cidadão de bem", desabafou um dos comerciantes que vendem passagens no local. "Esse governo se apresenta com um perfil de perseguição aos menos favorecidos. Vamos brigar pelos nossos direitos", completou.

De acordo com o coordenador de Trânsito, major Ramon Campelo, a proibição faz parte de um projeto que visa melhorar o tráfego de veículos na região, que envolve a extensão das avenidas Juraci Magalhães e Bartolomeu de Gusmão. “A constância de entrada e saída de ônibus trazia embaraço para o trânsito local. Por isso, o poder público municipal resolveu proibir a parada desses veículos. Estamos tentando resolver esse problema, e ele vai ser resolvido”, afirmou.

3 comentários:

  1. Balela eles querem acabar com os menos favorecidos para comer o que eles querem aonde que eles querem que os menos favorecidos se iguala a eles nunca entro língua pobre não tem vez quando começa ter uma faculdade um salário digo moradia própria um transporte dignos eles tiram só eles da família deles pode ter

    ResponderExcluir
  2. E a culpa agora é dos ônibus, a PMVC , ja que quer dar mais fluidez na avenida Juracy Magalhães , deveria proibir o tráfico de caminhões que atrapalham mais do que os ônibus, ou no mínimo fixar horarios para que este tipo de veículo possa trafegar pela avenida

    ResponderExcluir
  3. ESSE ÉZE GOSMÃO É DOIDO,ATINGINDO E CRIANDO REVOLTA COM OS USUÁRIOS DESTE TRANSPORTES QUE DIARIAMENTE VEM PARA NOSSA VITORIA DA CONQUISTA E QUE DAQUI SAEM PARA AS CIDADES VIZINAIS PARA TRABALHO E ESTUDOS, ACABANDO COM A ECONOMIA DA NOSSA CIDADE, POIS OS USUÁRIOS POR MAIORIA QUE VEM DAS CIDADES VIZINHA, NÃO VEM POR CAUSA QUE NOSSA CIDADE É A PRINCESA DO SERTÃO BAIANO, MAIS SIM POR CAUSA DO NOSSO COMERCIO, AREÁ DA SAÚDE COMO CLINICAS E HOSPITAIS, AREÁ DE EDUCAÇÃO COMO ESCOLAS E FACULDADE, AREÁ DE SEGURANÇA COMO MUITOS POLICIAIS QUE VEM E VÃO PARA AS CIDADES VIZINHAS PARA PRESTA SERVIÇOS, MEXENDO ASSIM COM UM PONTO DE ÔNIBUS QUE ATENDE A POPULAÇÃO A MAIS DE 04 DÉCADAS E QUE SE ÉZE GOSMÃO FOR VER É O ÚNICO QUE NÃO ATRAPALHA O TRANSITO EM NOSSA CIDADE É O PONTO DA ROTA NO GANCHO.
    PREFEITO NÃO ENVOLVA COM DIVIDAS POLITICAS E SIM COM PROMESSAS POLITICAS.

    ResponderExcluir

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments