CONQUISTA - Prefeitura diz que invasores estavam loteando área ambiental para revender

32738379663_44291e9c6c_zEm uma coletiva de imprensa, convocada na manhã desta segunda-feira (20), a Prefeitura de Vitória da Conquista reforçou seus esclarecimentos sobre a desapropriação ocorrida na madrugada último sábado (18).A ocasião também serviu para que alguns fatos ventilados pela imprensa fossem colocado à luz na verdade. Em primeiro lugar, a PMVC informou que não haviam 100 famílias no local, mas sim 8 durante a chegada dos tratores.ac90cbed-052f-4aa4-bd82-b30d2aeb1e21

A derrubada foi feita às 4h da manhã, segundo um dos secretários, para a prefeitura verificar quem de fato morava no local. Isso traz um outro esclarecimento ainda mais importante: O local ocupado pelos invasores do “Maravilhosinha” estava sendo usado para para grilagem de terras. Ou seja, um terreno de propriedade pública municipal, em área de preservação ambiental, estava sendo “loteado” para venda à terceiros.acef999b-9658-4ffb-88c4-6cdbe4202d55

Segundo o secretario Esmeraldino Correia, um crime contra o município e contra sua população. Foi informado também que desde novembro de 2016, os invasores vinham recebendo repetidas ordens de desocupação imediata, o que vinha sendo desobedecido reiteradas vezes. Na coletiva, os secretários André Ferrado, Esmeraldino Correia e José Antônio salientaram em conjunto que as desocupações prosseguirão.fccdbc81-c875-4c36-8dc9-aec4ffd656d9

Invasores protestam na porta da Prefeitura

Logo que a reportagem chegou ao local da coletiva, observou a aglomeração de dezenas de pessoas na porta da sede da Prefeitura. Eram os moradores da comunidade “Maravilhosinha”, que protestavam pela desocupação ocorrida no último sábado (18). Eles foram recebidos por uma comissão da Prefeitura e logo mais será enviado um comunicado sobre o resultado desta reunião. Eles alegam que mais de 100 famílias foram retiradas à força do local, mas a PMVC disse na coletiva que, no momento da ação, haviam apenas 8 famílias no local. A idéia era saber quem de fato estava morando lá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments