Comunicado Toyota Diamantina

DESCASO - Nota do Sinserv ataca assessora do prefeito

Resultado de imagem para sinserv


O Sindicato dos Servidores Municipais de Conquista (Sinserv) distribuiu uma nota criticando a postura do prefeito Herzem Gusmão, que segundo a entidade, não honra os compromissos com a categoria. Na mesma nota, reproduzida abaixo, na íntegra, o sindicato ataca a assessora especial do prefeito, Geanne Oliveira: "Ela (Geanne Oliveira) não tinha o que falar e ficou transferindo responsabilidade e culpa para a gestão passada. Como é possível? A responsabilidade da campanha 2017 é do governo atual". Não conseguimos contato com a assessora do Prefeito. A Secretaria de Comunicação da Prefeitura recebeu a nossa solicitação para resposta.


LEIA A NOTA

Hoje, 16 de março, o servidor mostrou a sua vontade de luta junto ao Poder Público Municipal. Após a realização de uma assembleia puxada pelo sindicato da categoria (SINSERV) os funcionários dirigiram-se ao prédio da prefeitura de forma organizada e pacífica para demonstrar toda sua revolta com a postura da atual gestão. O Prefeito que em campanha política afirmou e até gravou vídeo dizendo que não iria perseguir nenhum funcionário parece que esqueceu do prometido.

Começou no primeiro mês de sua gestão com um corte indiscriminado de gratificações DEVIDAS aos servidores sem ao menos realizar um estudo mínimo. Para completar a falta de compromisso com nós servidores, a atual administração por solicitação do SINSERV começou as negociações da Campanha Salarial 2017. Más que negociação? Na última reunião realizada em 13 de março 2017 a comissão da prefeitura não teve a mínima responsabilidade de nos trazer o estudo da nossa proposta e muito menos apresentar uma proposta da própria prefeitura como sempre foi feito pela gestão anterior.

Essa proeza é mais uma demonstração do compromisso que o Sr. Prefeito dizia ter com a gente. Se não bastasse todo esse descaso, a representante legal do Prefeito, a Sra Geanne Oliveira (assessora Especial do Prefeito) indagou o Sindicato o porquê das solicitações apresentadas desde janeiro de 2017, demonstrando que não sabia o que fazer e, pior, querendo que o Sinserv desse as respostas. Isso Sra Geanne é obrigação do município, pois o mesmo detém todo o aparato técnico e informações necessárias para tal estudo.

O Sinserv solicitou um reajuste de 10% (ano passado foi solicitado 15% e obtivemos 11,68%) levando em contra os índices inflacionários e índice de reajuste do salário mínimo. O estranho é que em todas as negociações até ano passado a prefeitura apresentava a sua proposta boa ou ruim e o debate era realizado até o fechamento do acordo. Já esse ano, Ela (Geanne Oliveira) não tinha o que falar e ficou transferindo responsabilidade e culpa para a gestão passada. Como é possível? A responsabilidade da campanha 2017 é do governo atual.

A gestão passada não tem nada a ver com a realidade de hoje. Mesmo assim, a LRF de 2016 fechou em 51,97% conforme Relatório de Gestão Fiscal 3º quadrimestre 2016 (Portal da Transparência) dando um aumento de 11,68% ao servidor. Ou seja, a gestão passada fez a parte dela.
Por isso, estamos nos mobilizando juntos ao nosso sindicato para organizarmos as próximas ações de luta contra essa inoperância e irresponsabilidade da atual gestão.

Sinserv

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments

PUBLICIDADE