CIPE Cacaueira prende quadrilha que matou o soldado Tyrone em Ilhéus; crime foi encomendado por R$2 mil e um quilo de maconha



Tyrone Thomaz de Aquino foi morto a tiros dentro de lanchonete, na cidade de Ilhéus (Foto: Reprodução/Facebook)
  Tyrone Thomaz de Aquino foi morto a tiros dentro de lanchonete, na cidade de Ilhéus (Foto: Reprodução/Facebook) 
A quadrilha que matou o Soldado PM Tayrone na cidade de Ilhéus durante o final de semana foi presa na madrugada desta segunda feira (24) pela CIPE CACAUEIRA –  CAERC. Tyrone Thomaz de Aquino Araújo, de 44 anos, foi atacado pelas costas por criminosos, na cidade de Ilhéus, segundo a Polícia Militar. Outro homem que estava no estabelecimento também foi baleado.
Três elementos já estão presos, inclusive o executor confesso. Em sede de formalização de prova DANILO informa que a ordem para matar o policial teria sido originada por ADAILTON SOARES DOS SANTOS, vulgo DAI (um dos líderes do Raio A e recluso no Conjunto Penal de Itabuna) com promessa de pagamento da quantia de R$2 mil e um quilo de maconha para a dupla de executores. 
ganduquad
Os acusados foram presos em Gandu a partir da busca realizada logo a seguir ao crime.  As diligências estão em curso e mais pessoas ainda podem ser presas. Segundo a PM, o policial, que era o alvo do ataque, estava de folga no momento em que ocorreu o crime. 
Ele foi atingido por 14 tiros. Tyrone e a outra vítima foram levados pelo Samu para o Hospital Regional de Ilhéus, mas o policial não resistiu aos ferimentos. O ferido foi atendido e recebeu alta ainda durante a manhã deste domingo. De acordo com a PM, Tyrone Araújo era solteiro, não tinha filhos e fazia parte da instituição há 14 anos. O soldado era lotado na 68ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), em Ilhéus. 

Com informações adicionais da Ascom CIPE

LEIA A OCORRÊNCIA POLICIAL, NA ÍNTEGRA

Após informação anônimas de que um dos envolvidos na morte do policial TYRONE THOMAS DE AQUINO estaria fugindo para a cidade de Salvador. Policiais Civis da 7a COORPIN Ilhéus e Policiais Militares da CIPE CACAUEIRA, SOINT 68 e 69, interceptaram um ônibus da Viação Águia Branca, por volta das 02h de hoje (24/04/2017) na cidade de Gandu. Sendo localizado DANILO JOSÉ SILVA SANTOS; este afirma que a morte do policial militar teria sido praticada por FABRICIO SANTANA CAETANO, vulgo BEÇO e EVERTON. Disse ainda que o encarregado de dirigir o veículo usado na fuga foi FABRICIO MAGNO DE SANTANA, vulgo TESTINHA. Que em diligências foi conduzido Fabricio vulgo Testinha e apreendido o veículo GM/CELTA cor branca, placa policial OKU1118 supostamente usado. Fabrício Santana Caetano, vulgo Beiço também foi conduzido. Este a princípio nega, mas indicou o local onde foi escondido ontem uma pistola que teria sido usada no crime. Em diligências ininterruptas polícias civis e policiais da CIPE CAERC foram ao imóvel indicado no Alto do São Domingos, onde no imóvel indicado foi apreendida dentro de uma cama box a pistola . 380, marca Taurus, numeração suprimida municiada com 08 cartuchos. Em sede de formalização de prova DANILO informa que a ordem para matar o policial teria sido originada por ADAILTON SOARES DOS SANTOS, vulgo DAI (um dos líderes do Raio A e recluso no Conjunto Penal de Itabuna) com promessa de pagamento da quantia de R$2 mil e um quilo de maconha para a dupla de executores. Em desdobramento prepostos da 68a CIPM por indicação dos investigados foram a Rua Arthur Bernades, 234, Bairro da Conquista e apreenderam um revólver calibre 38, marca ROSSI, n 388227, em poder de Pipou Cleber Machado dos Santos com 06 cartuchos intactos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments