DE TORNOZELEIRA, GEDDEL NÃO PODERÁ USAR TELEFONE EM PRISÃO DOMICILIAR

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Apesar de conceder o benefício de prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), especificou, em decisão publicada nesta quarta-feira (12), que o baiano deverá fazer uso de tornozeleira eletrônica e está proibido de utilizar telefones, além de não poder manter contato com os demais indiciados.
O ex-ministro do governo Temer (PMDB) havia sido preso em regime preventivo no dia 3, por ordem do juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Ele é alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de ter pressionado a mulher do doleiro Lúcio Funaro, preso desde julho de 2016 na Operação Sépsis.
Confira o trecho do documento que diz respeito às condições estabelecidas para a "mudança" do peemedebista:
"(…) substituir a prisão preventiva pelo recolhimento domiciliar, no local da residência por ele indicado (…) mediante as seguintes condições:
a) prisão domiciliar no endereço que indicar, sem a utilização de telefones;
a.1. obrigatoriedade de acompanhar os atos processuais mantendo seu endereço atualizado nos autos;
b) proibição de manter contato, por qualquer meio de comunicação, com os demais indiciados, denunciados ou investigados e familiares dos próprios que assim o sejam em inquéritos ou processos em curso, nos quais conste como investigado;
c) uso de monitoramento eletrônico, para fiscalização do aprisionamento residencial.
Ressalto que deve o paciente observar as restrições acima, sob pena de revogação e imediato recolhimento ao estabelecimento prisional".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments