Mantida prisão de mulher que mandou matar casal para filho ficar com herança

Daniela e os comparsas responderão por homicídio duplamente qualificado - Foto: Divulgação l Polícia Civil
Daniela e os comparsas responderão por homicídio duplamente qualificado
Nem os nove anos de convivência e o filho, fruto do relacionamento, foram suficientes para impedir que Daniela Pinho de Souza, de 25 anos, planejasse o assassinato do ex-marido, Fabrício Trevisani, 34, e a atual companheira dele, Maricelia Silva Bobio, 24, na madrugada do último dia 19. A reportagem é de Raul Aguilar, do Jornal A Tarde.
O crime foi cometido na fazenda da vítima, em Itabela (a 700 km de Salvador).
Os autores foram descobertos após indícios apontarem a participação de Jhonatan da Silva Teixeira, 24, namorado de Daniela, no crime.
O coordenador da 23ª Coorpin (Eunápolis), delegado Moisés Damasceno, disse que, em depoimento, Jhonatan confessou o duplo homicídio e atribuiu a Daniela o mando. “Ela disse que resolveu planejar o crime após descobrir que a atual esposa de Fabrício estava grávida e que ele planejava requerer a guarda do filho que vivia com ela. Daniela viu na morte das vítimas a chance de deixar seu filho como o único herdeiro”, explicou.
Ainda foram presos, suspeitos de participação no crime, Taniro Francisco Ribeiro, 23, Rafael Barbosa da Silva e Eferson Queiroz Santos, 28. Um adolescente de 17 anos foi apreendido.
De máscara
O delegado afirmou que na noite do crime, Jhonatan chegou à fazenda com Taniro, Rafael, Eferson e o adolescente. Jhonatan e Rafael foram em direção à casa das vítimas, enquanto o restante foi para a residência do caseiro.
Para não ser identificado, Eferson utilizava a máscara de hóquei consagrada por Jason Voorhees, personagem da saga de terror ‘Sexta-Feira 13’.
Moisés conta que Jhonatan arrombou a porta e já entrou atirando, atingindo as vítimas enquanto dormiam. Ao perceber que a arma havia descarregado e que Fabrício ainda estava vivo, resolveu degolar o empresário.
Na ação, os suspeitos roubaram o celular do caseiro, uma espingarda de pressão e uma espingarda cartucheira .40 da vítima, que já foram recuperados.
Vítimas sofreram o ataque enquanto dormiam (Foto: Arquivo pessoal)
Traição compartilhada
O delegado informou que o relacionamento de Daniela e Fabrício terminou após fotos e vídeo de uma traição dela vazarem pelo “zap”. Ele casou com Maricelia meses depois. Nesse ínterim, Fabrício recebeu uma fazenda de herança e Maricelia engravidou.
Ao saber da gravidez, Daniela planejou o crime junto com o namorado. Eles prometeram a quem participasse do crime pertences da fazenda. Só não saquearam o lugar porque o alarme tocou e tiveram que fugir às pressas.
Revolta da população
O crime chocou a população de Itabela, no sul da Bahia. Um morador que conhecia as vítimas e que não quis se identificar disse que o delito gerou revolta: “Todos nós ficamos muito tristes. Eram pessoas queridas e trabalhadoras. Fabrício vendia produtos de sua fazenda e Maricélia tinha um salão, onde fazia sobrancelha. Conhecíamos também Daniela e não imaginamos que ela seria capaz disso. Inclusive, no velório das vítimas, ela estava lá chorando e fazendo cena”.
Daniela foi presa em Itabela e os comparsas em Eunápolis.

Comments