CARRO COM MOTOR ELÉTRICO CIRCULA EM CONQUISTA - Conheça o Toyota Prius na Diamantina Veículos

O Prius surpreende pelo conjunto, pela maciez da suspensão e pela modernidade: em breve você terá um na garagem de casa
Imagine rodar muitos quilômetros sem se preocupar com paradas para abastecer?

           
Porta de entrada para o mundo dos híbridos, tecnologia avançada, design futurista e ainda vende mais do que Golf aqui no Brasil. Esse é o Prius. Para tentar explicar esse fenômeno em vendas no mercado, pegamos a estrada com esse modelo que representa 60% das 10 milhões de unidades híbridas vendidas pela Toyota em todo o mundo.

Confira nossas impressões ao dirigir o híbrido - que também é o mais vendido no mundo inteiro - e o “carro mais econômico do Brasil”. Todos os detalhes estão nessa reportagem, realizada em estradas do Sudoeste da Bahia e Norte de Minas Gerais.

ECOLOGICAMENTE SUSTENTÁVEL
O Prius é tudo, menos discreto!

Além de ser referência em tecnologia e eficiência, o modelo tem vantagens que vão muito além da economia de combustível

A quarta geração do Toyota Prius mantém, mais do que nunca, foco total em economia e segurança, com visual repaginado e linhas futuristas que ajudam na aerodinâmica do veículo. No quesito segurança o veículo conta com sete airbags, controles de estabilidade e de tração.

Utilizando um motor 1.8 a gasolina e outro elétrico, o Prius pode fazer - segundo a Toyota - 18 km/l na cidade e 17 km/l na estrada, mas é possível elevar os números com um melhor entendimento do motor. A exemplo da equipe Quatro Rodas, nós conseguimos cravar incríveis  23,6 km/l na cidade e 18 km na estrada. Se o condutor optar pelo modo EV, poderá rodar por até 2 km apenas na eletricidade.  

Eficiência energética: eis um dos motivos de o Prius ter sido eleito o "carro mais econômico do Brasil". Traduzindo em linguagem simples, você abastece o tanque com 43 litros de gasolina e tem uma autonomia de 812,7 km.

Aliado a um conjunto impecável, constatamos que a plataforma e os motores também foram renovados. A nova geração - que estreou a Nova plataforma Toyota (TNGA), a ser utilizada em metade dos novos modelos da marca no mundo até 2020 - caiu no gosto do brasileiro.

Com isso as vendas do Prius deram uma alavancada. Somente em 2017 foram vendidas mais de 2,3 mil unidades no país. Em outubro de 207 superou o Golf (VW) em número de vendas no Brasil (https://goo.gl/4B9t4s). Com uma média de 300 unidades mensais comercializadas, o Prius também já vende mais que Hyundai Elantra e Mercedes-Benz Classe C.

CONTINUA DEPOIS DO VÍDEO

            
Sustentabilidade, design, tecnologia híbrida e economia de combustível. Bem, é melhor se acostumar com a ideia de ter um Prius nos próximos anos. Além do seu bolso, o meio-ambiente também irá agradece. O Prius surpreende pelo conjunto, pela maciez da suspensão e, ainda, pelo design ultra moderno.” - Juscelino Souza, jornalista
 ELE É MESMO DIFERENCIADO...
No caso do Prius, o conceito híbrido se dá pelo conjunto de dois motores: um a combustão (gasolina) e o outro, elétrico. O motor a gasolina é 1.8 VVT-i, entregado 98 cv de potência e 14,2 kgfm; já o elétrico gera 72 cv de potência e 16,6 kgfm. Combinados, os dois motores geram uma potência de 123 cv, mantendo uma dinâmica de dirigibilidade semelhante à do Corolla. FATO: o Prius é macio e não passa irregularidades do solo para a cabine.

Um detalhe importante no quesito economia é que, na cidade, o motor a combustão quase não trabalha. Ele só entra em funcionamento acima de 50 km/h e a alternância entre motores é imperceptível. Acima dessa velocidade ele passa a trabalhar combinado com o elétrico.

GRANDE SACADA DA TOYOTA
Ele carrega a bateria do motor elétrico enquanto roda.
                                                       
E tem mais... Toda vez que você utiliza os freios ele absorve a energia que seria perdida no atrito e a-utiliza também para recarregar a bateria. É o chamado “sistema regenerativo”. Com isso a bateria alimenta o motor elétrico e este, por sua vez, faz o carro se movimentar.

DESTAQUES EXTERNOS E INTERNOS

Destaques externos para os faróis full led e de neblina e lanterna traseira com iluminação em led. A lateral não chama muito a atenção, mas quando você olha para as partes dianteira e traseira logo percebe que o Prius é diferenciado.

Outra atração à parte na traseira é o vidro bipartido, separado pelo arco que faz as vezes de aerofólio, com o brake light (luz de freio) integrado. Ao abrirmos o porta-malas, nos deparamos com um generoso espaço para um hatch médio (muito embora o seu formato ousado situe o Prius entre sedã e hatch). São 412 litros, deixando para trás o Fusion Hybrid (Ford), que é um sedan grande.

As rodas de 15 polegadas são cobertas por calotas com função aerodinâmica e melhor dissipação de calor.

O espaço interno do Prius quarta geração é um pouco maior, com 2,70 metros de entre-eixos. Os bancos traseiros - com sistema isofix (para fixação de cadeirinhas infantis) apoios de braço e de cabeça - acomodam tranquilamente três pessoas.

A vida a bordo nos bancos dianteiros nos apresenta um confortável espaço, mas o que chama a atenção são os detalhes do câmbio joystick , tipo CVT (que prioriza o baixo consumo). Muito simples de usar: para o lado esquerdo entra o modo neutro (N), para cima, a ré (R) e para baixo o modo de condução automático (D).

O condutor tem fácil acesso aos botões para trava das janelas, das portas, abertura e fechamento dos vidros e o ajuste automático dos espelhos retrovisores. O ajuste dos bancos é manual, para altura, e elétrico para lombar. O volante tem ajuste de altura e de profundidade.

O apelo futurista também invade a cabine, destacando-se o head-up display (espécie de painel digital que projeta as informações do veículo no para-brisa), quadro de instrumentos - que fica no meio do painel, e não atrás do volante e o carregador sem fio para celular (funciona apenas para alguns modelos e/ou marcas).

Ainda sobre detalhes, o apoio de braço é revestido em couro, com abertura lateral.

O sistema de freio de estacionamento que equipa o Prius é acionado por pedal e cabo. Quando acionados pelo pé esquerdo do condutor, o conjunto transmite a força aplicada até os pistões das pinças de freio.

Ao ligar o veículo, pressionando o botão de partida, você percebe mais um diferencial: o Prius é caprichosamente silencioso. Mais uma das características do híbrido. Silencioso também é o ar-condicionado digital, de duas zonas.

Dependendo do clima, frio ou quente, vale acionar o sistema de aquecimento ou refrigeração dos bancos dianteiros - cujo botão de acesso fica meio escondido, próximo ao volante.

Ainda no painel, uma moderna central multimídia, com tela colorida, sensível ao toque, de 5 polegadas, com entrada para CD, GPS, rádio AM/FM e Bluetooth. O sistema de som tem assinatura da JBL.

Abaixo do painel, na continuação do console central em "Black piano", próximo ao par do porta-copos, temos tomada de 12 v e conexões USB e auxiliar.

A pergunta é: Vale a compra?

Sim. A escolha de um carro é muito pessoal, mas se você busca por um automóvel com melhor custo/benefício, econômico, com a garantia do consolidado e respeitado padrão Toyota, eis o veículo ideal, ainda mais nesses tempos de sucessivos aumentos no preço da gasolina. O custo de manutenção é baixo, similar ao do Corolla. O mercado dos carros elétricos e híbridos tende a mudar radicalmente este ano após o anúncio de redução de IPI para incentivar o comércio destes modernos veículos que consomem pouco ou nenhum combustível fóssil. A primeira revisão, dos 10 mil km, custa R$ 237,79. Com seis anos de uso, ou 60 mil km rodados, você terá pago em torno de R$ 4 mil. O sistema híbrido tem  garantia estendida de oito anos. Por tudo isso, vale a pena se render ao conceito de design do Prius, que atende a proposta específica do carro. O desenho aerodinâmico e futurista ajuda a reduzir consumo ao mesmo em que remete a um futuro onde a sustentabilidade será prioridade, tanto no desenvolvimento do carro, quanto na escolha do consumidor. Quando a gente entende isso, se acostuma mais rápido com o visual diferenciado, já que o Prius não é um carro como outro qualquer. 

==============================
FICHA TÉCNICA

Novo Toyota Prius 1.8 Hybrid

Motores: dianteiro, transversal, 4. cil em linha, comando duplo, gasolina + motor elétrico dianteiro
Cilindrada: 1.798 cm³
Potência: 98 cv a 5.200 rpm + 72 cv = 123 cv
Torque: 14,2 kgfm a 3.600 rpm + 16,6 kgf/m do motor elétrico
Câmbio: automático do tipo CVT
Direção: elétrica
Tração: dianteira
Suspensão: independente McPherson na frente e multilink atrás
Freios: disco ventilado na dianteira e discos sólidos na traseira
Pneus: 195/65 R15
Comprimento: 4,54 metros
Largura: 1,76 metro
Altura:1,49 metro
Entre-eixos: 2,70 metros
Tanque: 43 litros
Porta-malas: 412 litros
Peso: 1.400 Kg
Inmetro: nota A (o automóvel mais econômico do Brasil)
Consumo: 18,9 km/l (cidade) e 17 km/l (estrada)
Consumo energético: 1,15 MJ/km
Autonomia: 812,7 km
Coeficiente aerodinâmico: 0,24Cx
0 a 100 km/h: 11 segundos
Garantia do carro: 3 anos
Seguroentre R$ R$ 2.688,40 e R$ 4 mil (variando de acordo com o perfil)

Veículo cedido por: Diamantina Veículos Ltda.
(Av. Presidente Dutra, Km 836, s/n, Bairro Ipanema, Vitória da Conquista, Bahia. Telefone: (77) 4009 8100) www.toyotadiamantina.com.br

* FATO RELEVANTE - Nossa equipe realizou os testes em regime de comodato, de forma espontânea e independente, sem qualquer condicionante, contrapartida, recebimento de qualquer tipo de vantagem ou interferência de funcionários da Toyota ou da concessionária.


Galeria de fotos 


O Prius tem motor 1.8 quatro cilindros a gasolina de 98 cv associado a um propulsor elétrico de 72 cv e câmbio CVT
O motor a combustão recarrega as baterias do carro. Os dois trabalham juntos, especialmente quando se acelera.

O futuro bate à porta: Nos próximos três anos essa tecnologia se popularizará e serão grandes as chances de você dirigir um.
O Toyota Prius é a porta de entrada para os veículos que combinam um motor a combustão com um elétrico.







A alavanca do câmbio parece um joystick. Fica no console central com as tradicionais posições.
Ponto positivo para o conforto a bordo, com o amplo entre-eixos do Prius além do carregador por indução para celulares

O Prius tem um painel central Eco-Monitor, que permite o controle do sistema de tração e computador de bordo.

PUBLICIDADE

COMUNICADO IMPORTANTE