CONQUISTA NA MIRA - Operação que investiga pedofilia na Bahia deve chegar a Conquista

Três pessoas presas durante a operação na Bahia
A ação nacional Luz na Infância 2, realizada nesta quinta-feira, 17, pela Polícia Civil, pode alcançar outras cidades do Estado, incluindo Vitória da Conquista, a 509 Km de Salvador, por ser rota da exploração sexual, principalmente ao longo da BR-116 (Rio-Bahia). Até o momento, apenas o município de Poções é o único do Sudoeste da Bahia onde a operação chegou.
Vinte e seis mandados de busca e apreensão são executados na Bahia dentro da operação de combate a pedofilia, como foco também em Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Camacã, Ilhéus, Itagimirim e na Ilha de Itaparica, além de Poções.

Três pessoas foram presas na Bahia durante a operação. Em todo país,  100 pessoas foram detidas, de acordo com o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. A força-tarefa de combate a pedofilia acontece na Bahia, em Brasília e em outros 23 estados, cumprindo mais de 500 mandados.
No estado, a operação é realizada pelas polícias Federal e Civil. A PF cumpre cinco mandados de busca e apreensão, sendo quatro em Salvador e um em Alagoinhas. Durante o trabalho, três pessoas foram flagradas com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes e foram detidas.
Apesar de não ter sido expedido mandado de prisão, quem é flagrado com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes é preso em flagrante. A força-tarefa é liderada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública.
Além da Bahia, são cumpridos mandados em 23 estados e no Distrito Federal. Oito pessoas já foram presas no Rio de Janeiro e 10 em São Paulo nesta manhã. Ainda não há informações de prisões na Bahia.
Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MESP), após identificar indícios suficientes de autoria e materialidade do crime no ambiente virtual. A investigação é realizada há quatro meses.
Na primeira fase da operação, realizada em outubro de 2017, foram executados 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Na ocasião, 112 pessoas foram presas em todo país.

Comments