novo horizonte fainor Visualizar

BAHIA - Casal mora em carro abandonado com diversas crianças; Prefeitura de Guanambi se manifesta

Um vídeo compartilhado nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (21) mostra uma família morando em um veículo, e em situação de extrema vulnerabilidade, nas imediações da rodoviária do município de Guanambi.



Segundo o blog Sudoeste Bahia, que fez o registro, várias pessoas manifestaram indignação quanto ao caso e cobraram um posicionamento da Prefeitura sobre o que seria feito através da Secretaria de Assistência Social.

Em nota enviada à redação do Sudoeste Bahia, a Prefeitura informou que o poder público municipal tem conhecimento do caso é não é omissa à situação. O número de pessoas que se abrigam no carro não foi informado, mas sabe-se da existência de um casal e várias crianças. O homem conta, em vídeo, que chegou à região em 1977, mas não fala sobre a sua procedência, nem da sua família.

Conforme a nota, a assistência social ofereceu o Aluguel Social, cestas básicas, escolas e creches para as crianças menores para que os pais tivessem condições de trabalhar. Porém a família não chegou a ficar um mês na casa alugada e voltou para uma velha Caravan e uma carcaça de baú de caminhão.

O casal, segundo a nota, usa as crianças para obter benefícios, trocam cestas básicas por droga e recusaram as passagens e ajuda de custo para voltar para a terra natal. Ainda segundo a nota, há meses que a secretaria tenta aposentá-los com o beneficio BPC, mas se recusam a tirar
os documentos e fazer os exames.

"Funcionários chegaram a marcar todos os procedimentos, foram buscá-los de carro, mas se recusam a ir. O casal prefere ficar na situação em que se encontra a trabalhar formalmente e não há como o poder público obrigá-los aceitar a ajuda", continua. Conforme a Secretaria os procedimentos realizados foram devidamente documentados. Veja o vídeo:
                                                                                                                                                                               

Postar um comentário

0 Comentários