CONQUISTA - Crise no transporte coletivo é responsabilidade da atual gestão, afirma Viviane

Imagem Crise no transporte coletivo é responsabilidade da atual gestão, afirma Viviane

Na sessão ordinária desta quarta-feira, 27, a vereadora Viviane Sampaio (PT) pediu menos demagogia no plenário ao criticar a fala de um colega sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). Ela ponderou que para falar sobre o sistema é necessário conhecer sua legislação base.


“Não precisa ser eleito para fazer a população usar o SUS”, detalhou, porque o sistema é universal e gratuito para os brasileiros.  

A vereadora explicou que o SUS atende a dois tipos de usuários: os que buscam assistência direta e aqueles, 100%, que são atendidos indiretamente. Neste caso se enquadram os programas de vacinação, oncologia, tratamento para o HIV e medicações de alto custo. Ela frisou que todos os medicamentos comercializados nas farmácias passam pelo crivo da Agência Nacional de Saúde (ANVISA), órgão da estrutura do SUS.   

Transporte coletivo – A vereadora foi enfática ao afirmar que a crise no setor é responsabilidade da atual gestão. Ela reconheceu problemas na gestão passada, mas avalia que a atual tomou decisões que agravaram muito a situação. 

Viviane lembrou que a Câmara realizou três audiências somente para discutir o transporte coletivo. Ela declarou que o governo anterior deixou condições para um processo de caducidade dos contratos, mas o atual prefeito preferiu assinar um termo de ajustamento de conduta (TAC). “Infelizmente, levou a todo esse caos que está hoje no transporte público”, detalhou.

Manuela no Roda Viva – A vereadora se solidarizou com a pré-candidata à presidência da República, Manuela D’ávila (PCdoB) que sofreu machismo numa entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura. Manuela foi interrompida 62 vezes durante a sua participação no programa. A prática de homens interromperem mulheres quando elas estão falando é comum, e é definida como manterrupting. O termo vem do inglês, é uma junção de man (homem) e interrupting (interrupção). 

Viviane lamentou a postura dos entrevistados e endossou a nota de solidariedade a Manuela emitida pelo PT. “Ela foi extremamente atacada por machismo e misoginia. Ela não se intimidou. É uma mulher de coragem”, falou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments