CONQUISTA - Valdemir Dias dispara: “Até quando vão ficar jogando a culpa no PT”

Imagem Valdemir Dias dispara: “Até quando vão ficar jogando a culpa no PT”
Na sessão ordinária desta quarta-feira, 27, da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o vereador Valdemir Dias (PT) falou sobre problemas do governo Herzem Gusmão (MDB), entre eles o “caos” do transporte público, e o recorrente discurso transferindo a culpa para a gestão anterior. 

Valdemir iniciou o seu discurso questionando: “Até quando vai ficar jogando a culpa no PT?”. “A atual gestão precisa sentar na cadeira e assumir a responsabilidade”, disparou. “A população sabe como era o transporte público e sabe como está agora”, completou. 
A respeito do transporte público, o vereador aponta como falha a liberação da circulação das vans sem a devida regulamentação, e atitude do governo em relação a Viação Vitória. “O atual governo teve a chance de usar o projeto de caducidade contra a empresa. Mas optou pelo TAC, que sabíamos que não seria cumprido”, pontuou. “ Em pleno festejo junino os funcionários da Vitória sem receber o salário, e a população sem poder pegar transporte público”, lamentou. 
O parlamentar afirma que a população pede socorro e cobra ações do governo. “Até quando vai ficar nessa inércia?”, questionou. “Não venha com essa história que é culpa do governo passado. Isso não cola mais. Assuma sua gestão e não transfira a responsabilidade”, pediu. 
Fundo Municipal de Educação - Na oportunidade, Valdemir falou também do projeto de lei complementar 002, do poder executivo, que cria o fundo municipal de educação. O edil explica que é a favor do projeto, porém há inconsistências que precisam ser discutidas. “ O projeto cria mais dois cargos, o de diretor e secretário financeiro do fundo. Como é que vai ser criado mais cargos, se as contas estão estouradas?”, indagnou. 
Para Valdemir, é um antagonismo gigantesco a prefeitura criar mais cargos, sendo que funcionários municipais estão sem receber suas indenizações e as horas extras foram cortadas. “Isso é uma total incoerência”, disse. O vereador afirma que irá se reunir na quinta-feira com a prefeitura para pedir explicações sobre o projeto. (Ascom/CMVC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments