DESCASO - Via Bahia não atende convite da Câmara para discutir problemas na BR-116 em Conquista

Resultado de imagem para pedagio via bahia
A Via Bahia deu mais uma prova de descaso com a região de Vitória da Conquista, onde mantém três praças de pedágio, com faturamento diário de mais de R$800 mil. Convidada pela Câmara de Vereadores do município para apresentar, em Sessão Especial nesta quarta-feira (20), soluções de problemas estruturais ao longo da BR-116 na região, a empresa não enviou representantes.

Imagem Hermínio Oliveira aponta que não há investimentos da VIABAHIA em Conquista

Em comunicado à presidência da Casa, a direção da Via Bahia alegou que não foi possível participar da sessão, "porque o avião em que eles viriam, não conseguiu pousar devido ao mau tempo". 

O presidente do Legislativo, Hermínio Oliveira (PPS), contemporizou, afirmando que a empresa "pediu desculpas a Câmara, e solicitou uma nova data para a reunião.” 

A sessão já havia sido marcada há mais de um mês e chegou a ser adiada por causa da paralisação dos caminhoneiros. A Via Bahia poderia enviar representantes regionais, mas o descaso ficou evidente, porque a empresa não tem intenção de investir em Conquista. (Nota da Redação)

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), também convidada para a seão, não justificou a ausência. “Vamos respeitar essa Casa. Esses chefes de cargos são omissos, não querem trabalhar por Conquista”, disparou Oliveira, em discurso no plenário. Segundo ele, os investimentos em obras estão sendo destinados apenas para a região de Feira de Santana e Salvador. 

"Conquista está sofrendo com o descaso da Via Bahia. Faltam obras, cobram o pedágio aqui, mas o investimento é só nessas cidades que já citei”, frisou. “Precisamos de viadutos nas estradas de Conquista a Barra do Choça, no cruzamento da Urbis VI e nos Campinhos”, prosseguiu, cobrando ainda uma passarela para pedestres em frente ao Supermercado Atacadão. 

Hermínio destacou também a necessidade de duplicação em mais de 72 km na cidade. “A Agência Nacional de Transportes Terrestres, que controla a Via Bahia, disse que é dever da emprea começar a duplicação. Na Lagoa das Flores precisa de compactação e pavimentação naquele trecho e eles não estão fazendo nada”, finalizou. 

Desde 7 de dezembro de 2010 a Via Bahia explora a concessão do trecho da BR-116 que corta o estado, de Feira de Santana até a divisa do estado com Minas Gerais. A previsão do contrato é de que a concessionária administre a rodovia por 25 anos, mas nenhum investimento ten sido feito na região Sudoeste. 

Atualmente, a Via Bahia cobra taxas de pedágio que variam de R$ 2,55 a R$ 45,90, a depender do tipo de veículo que esteja trafegando na BR – 116.

O VEREADOR EDJAIME ROSA "BIBIA" DESTACA A AUSÊNCIA DA 
VIA BAHIA, EM VÍDEORREPORTAGEM DO SUDOESTE DIGITAL

           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments