EXCLUSIVO - Morto a tiros no Bairro Pedrinhas respondia por homicídios; ele já havia escapado de tiros ano passado

Rafael Lisboa Santos, o Pitty, de 25 anos, morto a tiros dentro de uma residência no Bairro Pedrinhas, em Conquista, na tarde desta segunda-feira (25), era considerado de altíssima periculosidade, sendo responsável por pelo menos dois homicídios confirmados e outros atribuídos a ele. Ele foi alvejado por prepostos da Rondesp em troca de tiros.



Com ele a polícia apreendeu um revólver, calibre 38, com munições deflagradas. Rafael foi delatado por um comparsa adolescente após tentarem matar um rival no Conjunto Habitacional Vila Bonita, na parte sul da cidade.

De acordo com informações, a vítima de Rafael e do comparsa seria um adolescente, que foi rendido no Vila Bonita e levado para um matagal, onde seria executado. A vítima teria fugido, mas foi alvejado a tiros. Embora ferido, fugiu e retornou ao conjunto habitacional, escondendo em casa de parentes.

VIDA BANDIDA

Amais recente prisão de Rafael aconteceu em Conquista, em março do ano passado, por determinação judicial. De acordo com a polícia, ele havia matado duas pessoas em Livramento de Nossa Senhora.

Ele foi preso em 2017 após ter escapado de uma tentativa de homicídio, ocorrido no Bairro Pedrinhas, em Vitória da Conquista, mesmo bairro onde foi morto hoje. Cosnta do relatório da PM que, após denúncia sobre disparos de arma de fogo no Pedrinhas, as Bases Comunitária de Segurança
(BCS) 25 e 26, juntamente com o PETO da 77ª CIPM, se deslocaram até o local.

Naquele dia Rafael Lisboa Santos e Yago Ribeiro dos Santos foram as vítimas dos disparos. No momento em ouviram os disparos eles estavam dentro de casa e conseguiram fugir pulando pelos muros dos vizinhos.

Durante a busca por possíveis vítimas alvejadas, o Rafael, vulgo Pity, saiu de uma das casas em que estava escondido, se apresentando; então foi verificado que havia Mandado de Prisão em seu desfavor. O mesmo foi conduzido para o DISEP.

Rafael chegou a ser preso duas vezes pela polícia de Livramento de Nossa Senhora, uma das prisões ocorreu em julho de 2016, por porte ilegal de arma de fogo, junto com o comparsa Renato Marinho dos Santos, mas foi liberado logo depois.

Ele também foi detido por uma guarnição PM, também ano passado, numa abordagem em Livramento, no Bairro Taquari, juntamente com mais três comparsas em um Hunday Tucson.

Na ocasião, os mesmos eram suspeitos de ter pratica assaltos na região de Itaquaraí, em Brumado, mas por falta de provas foram soltos no mesmo dia. Não há detalhes sobre quais homicídios Pitty tenha praticado em Livramento, tendo em vista que os processos correm em segredo de justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments