JOGO-DE-EMPURRA - Manifestantes ocupam Prefeitura de Conquista para cobrar valores em atraso

Imagens: Ag. Sudoeste Digital
A pressão de um grupo de ex-servidores, que ocuparam, na manhã desta terça-feira (5), as dependências da Prefeitura de Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, para cobrar valores em atraso, resultou numa reunião com representantes do governo municipal, mas ao final o pagamento ficou apenas na promessa. Ao fim do encontro, uma nova reunião foi marcada para a próxima segunda-feira (11), às 10 horas.



Sem avanço, os ex-servidores ouviram a promessa de que o pagamento dos valores continua suspensa, sem previsão. "Ainda falta pagar as duas últimas parcelas da rescisão, que ficou certo de cair dia 20 de cada mês e até agora nada", protestam os ex-servidores.
Ao final dos informes a um grupo que aguardava do lado de fora da sala de reuniões, os manifestantes fizeram uma oração, clamando a intercessão de  Deus para que o pagamento seja loo realizado. "Estamos buscando o que nos é devido. Estamos desempregadas, temos filhos para cuidar e obrigações a cumprir", disseram.

Por meio de um grupo no whatsapp, eles informam que são mais de 200 pessoas nessa situação e que estão "desesperados" sem a falta de respostas da administração. O grupo que denuncia o calote é chamado de "Rescisão".

"Estão tentando inverter a situação, alegando que o governo está pagando rescisões em atraso ainda do ex-prefeito Guilherme Menezes, mas acontece que estamos no governo Herzem Gusmão e quem assume assume a Prefeitura é que tem que arcar com as despesas decorrentes das gestões anteriores".

Seguindo o planejamento da Secretaria de Finanças, a previsão de pagamento dos contratos com rescisão em 2013 seria em 20 de março deste ano. Os demais anos, ainda segundo a Prefeitura, em nota, seriam pagos seguindo o seguinte cronograma: 2014 (em 20/04); 2015 (em 20/05); e 2016 (em 20/06).

São exatamente os de maio e o de junho (ainda por vencer) que preocupam os ex-servidores. Sem apoio de representantes sindicais, alguns não descartam, inclusive, ocupar o prédio da Prefeitura até que o prefeito resolva quitar os valores.

O Blog da Resenha Geral, canal que defende os interesses da Prefeitura, publicou nota tentando desqualificar o ato. "Arquitetado por adversários, hoje pela manhã, um protesto foi organizado com a clara intenção de tentar tumultuar as atividades da administração. A imprensa petista já foi comunicada, e com certeza tomará lugar estratégico na tentativa de conseguir um flagrante com intuito de tentar escandalizar".

Nota da Redação: O Site Sudoeste Digital, canal de jornalismo independente, rechaça qualquer tentativa fascista de politizar a imprensa livre, ao tempo em que lamenta a publicação ao tentar criminalizar os que defendem seus direitos.

         

Comments