TORNOZELEIRA - Solto, Bramont tem acompanhamento eletrônico em casa

Bramont livre
Imagem: Anderson Oliveira/arquivo
Jussara Novaes (Sudoeste Digital) -  O ex-titular do Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas de Vitória da Conquista, Antônio Carlos de Jesus Bramont, libertado esta semana após três meses de prisão, está em casa, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.


A informação é do advogado Fabrício Bastos de Oliveira, um dos responsáveis pela defesa do acusado. Mesmo em liberdade, Bramont, que também é radialista, continuará afastado de qualquer cargo público e não é certo o seu retorno aos microfones.

Para a defesa, a investigação da Polícia Federal que resultou na prisão em flagrante do seu cliente, teve vícios vedados pela Constituição Federal e pelas leis brasileiras. Após sucesso no deferimento do pedido de liberdade provisória, os defensores sustentam que o próximo passo é anular o processo, fundamento em supostas falhas na operação policial

Bramont foi preso em 3 de abril na Operação Factum, pela Polícia Federal, sob acusação de cobrar taxa de agilização no Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da Comarca de Vitória da Conquista. os advogados de Bramont haviam tentado sua liberdade por duas vezes, sem sucesso, mas recorreram e o pleito foi deferido nessa quinta-feira (28).

Ele foi indiciado pelos crimes de corrupção passiva, associação criminosa, tráfico de influência e falsidade ideológica. A filha dele, Amanda Bezerra Bramont; uma sobrinha, Anna Caroline Bezerra de Castro, além de uma despachante, Maria Aparecida de Souza Pereira, também presas na mesma operação, entraram com recursos e foram soltas dias depois.

Também pesam contra ele acusações de uso de documento falso, porte de arma, tráfico de arma internacional e por manter um papagaio em casa (constitui-se crime ambiental a  guarda de animal silvestre sem a devida autorização do órgão ambiental).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments