DERROTA DA VITÓRIA - Empresa joga toalha e amplia caos no transporte público

Com a interdição de 74 ônibus da Vitória, a Cidade Verde assumiu linhas e amenizou os impactos no transporte público.
Imagem: Sudoeste Digital/23.7.2018
Com apenas 10 ônibus circulando nos itinerários, o que deixa 17 linhas sem cobertura, a Viação Vitória declarou, no final da tardes deste segunda-feira (23) que não tem mais condições de operar o lote um do transporte urbano em Vitória da Conquista.

A situação da empresa, que vinha se arrastando há anos com atrasos salariais aos mais de 500 funcionários, se agravou há uma semana com interdição de 74 ônibus, com documentação irregular e sem condições de segurança, pela Secretaria de Mobilidade urbana (SEMOB). A frota tem 80 ônibus.

Mesmo com um decreto de emergência, declarado pela Prefeitura, oito linhas foram transferidas para a Viação Cidade Verde, que opera o lote dois. Ainda não foi suficiente, já que a Vitória só estava atuando em duas linhas, com apenas seis ônibus. depois de entendimentos com a direção da empresa, a SEMOB liberou mais três veículos nesta segunda-feira, porém não informou se as manutenções foram feitas.
Para que a regularização na frota fosse feita, a secretaria concedeu 30 dias à empresa, que alegou não rer condições de cumprir esse prazo, seja por falta de profissionais para reparar as diversas falta mecânicas, como sistema de freios, por exemplo, ou por falta de recursos em caixa.

Especialistas em trânsito consultados pela reportagem não vislumbram dias melhores no transporte público de Conquista, o que se agrava com a intervenção na frota da Vitória. As principais irregularidades encontradas na frota foram: pneus carecas, sinalização deficiente e tacógrafo em mau estado, dentre outros.

SOCORRO

A direção da Cidade Verde, por sua vez, assegurou que vai disponibilizar mais veículos para suprir a demanda de 90 mil passageiros diários, inclusive com aquisição de novos ônibus nos próximos dias.

O socorro é providencial, mas o caos persiste, embora o Sintravc, sindicato dos rodoviários, tenha outro entendimento sobre a atuação emergencial da Cidade Verde. Em entrevista à imprensa, o presidente Álvaro Souza rechaça a ideia de a empresa assumir as linhas, defendendo nova licitação do lote um (da Vitória) para tentar a vinda de nova empresa.

Em REPORTAGEM na última semana o Sudoeste Digital já previa dificuldades para a Viação Vitória. A empresa está em débito com a folha salarial e em dificuldades para honrar seus compromissos. Se pagar os funcionários, não terá dinheiro para adquirir peças e diesel. "E olha que nem estamos falando de renovação da frota, condição essencial e inevitável para que o sistema não seja sucateado".

A verdade, ainda de acordo com os técnicos, é que "o sistema de transporte público faliu" e que "a clandestinidade tomou de assalto a cidade". Atualmente, segundo um relatório oficial encomendado por R$30 mil pela Prefeitura de Conquista, mais de 400 veículos clandestinos fazem transporte de passageiros, todos os dias. Dados atualizados apontam mais de 600, entre vans e veículos de passeio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments