Comunicado Toyota Diamantina

PERIGO - Escorpiões invadem áreas residenciais em Conquista; saiba como se prevenir dos ataques

Já viu um escorpião-amarelo?
Carlos Perez Naval/Wildlife Photographer
Os relatos sobre o aparecimento de escorpiões próximos às casas costumam aumentar a partir de outubro. Isso porque o tempo úmido e quente é mais propício para a proliferação do aracnídeo. Assim, a quantidade de escorpiões começa a aumentar, até chegar ao ápice no verão.


"A partir de setembro e outubro começam a aumentar o número de acidentes também", alerta Fan Hui Wen, responsável pelo Núcleo de Venenos e Antivenenos do Instituto Butantan. Em Conquista a incidência maior é em terrenos baldios, como nas imediações do Bairro Santa Cecília. A equipe de posturas da Prefeitura vai notificar os responsáveis pelos terrenos baldios.

Você sabia que os escorpiões estão espalhados por cidades grandes e que as espécies mais comuns são venenosas? Em 2017, ocorreram 387 acidentes com escorpiões em Conquista. Este ano, foram 81 vítimas, sem registro de mortes.

Os casos se concentram nos meses de janeiro e fevereiro e de outubro a dezembro.  Fizemos uma lista com o que é preciso saber e quais cuidados devem serem tomados em relação a esses animais:

Onde vive, o que come, quando sai para caçar? 

O escorpião é um aracnídeo que se adaptou muito bem ao ambiente urbano carente de infraestrutura de esgoto e saneamento básico - como bairros das periferias das grandes cidades. Isso porque o alimento dele é a barata. Para evitar a presença do escorpião, a melhor recomendação é manter o ambiente do entorno da casa sempre limpo e fazer a manutenção da caixa de esgoto e da caixa de gordura. O escorpião fica entocado durante o dia e sai para caçar à noite.

Quais são as espécies mais comuns? 

Existem cerca de 1.200 espécies de escorpiões no mundo. É comum a presença do escorpião-amarelo (Tityus serrulatus) e do escorpião-marrom (Tityus bahiensis). Os dois são venenosos - como todos do gênero Tityus. O veneno do amarelo é mais potente que o do marrom. É ele que costuma causar acidentes graves e podem levar crianças à morte.

Como evitar a picada? 

A melhor forma de evitar acidentes com escorpiões é evitar que eles entrem em casa. É necessário vedar frestas, tampar ralos e fechar fissuras onde o animal possa se esconder. Para quem tem quintal, as galinhas podem ajudar na solução do problema, já que são predadores naturais dos escorpiões.

Fui picado? 

É fácil perceber se você foi picado por um escorpião devido à dor forte que surge rapidamente no local onde o veneno do aracnídeo foi inoculado. O escorpião pica regiões descobertas do corpo, como pé, pernas, mãos e braços. Cuidado com as crianças! No adulto, o veneno do escorpião causa forte dor no local da picada, que pode irradiar para todo o membro. Já em crianças pequenas, além da dor, podem ocorrer náuseas, taquicardia, sudorese, arritmia cardíaca e edema pulmonar. Esse choque provocado no sistema cardiovascular pode levar à morte.

O que fazer em caso de picada? 

Nunca use garrote, corte ao redor da lesão ou coloque folhas, pó de café, etc. A primeira coisa a fazer é lavar o local da picada e fazer compressa com água morna. Em seguida, procurar o hospital mais próximo, onde é feita uma avaliação da dor. Caso ela continue intensa, pode ser utilizada anestesia ou receitado analgésico.

Como saber se o quadro é grave? 

Os especialistas explicam que a pessoa pode apresentar sonolência ou agitação três ou quatro horas após a picada. Este é o sintoma que indica que o quadro pode se agravar. Nesse caso, deve ser dado o soro antiescorpiônico. Essas situações são mais comuns com crianças pequenas. Em adultos, costuma aparecer só a dor. O soro é reservado para os sintomas de agravamento.

E depois de tomar o soro? 

A criança que passa por um quadro de agravamento da picada de escorpião precisa tomar o soro antiescorpiônico em tempo adequado e ficar em observação no hospital. O acompanhamento hospitalar é feito até que o veneno seja eliminado por completo e os efeitos desapareçam.

Quais locais possuem o soro? 

O soro antiescorpiônico é oferecido por uma rede de unidades de saúde de referência no tratamento da picada de escorpião, com presença em várias cidades ou regiões. Em Conquista é o hospital Regional de Base * que fornece o soro. Quem é picado, contudo, deve procurar a unidade de saúde mais próxima.

Endereço: Av. Filipinas, S/n - Jardim Alvorada, Vitória da Conquista - BA, 45030-16
Telefone: (77) 3427-4606

Há veneno contra escorpião? 

O uso de veneno contra escorpião ou contra sua fonte de alimentação - a barata - é algo controverso. Dependendo de como é feito o processo de dedetização, o que pode acontecer é apenas irritar o escorpião, que vai procurar comida em outro lugar. Os especialistas alertam que usar veneno onde há escorpião pode fazer o aracnídeo entrar dentro das casas.

E o que faço se encontrar um? 

Recomenda-se coletar e remover o animal que entrar dentro de casa. Caso você se sinta inseguro para fazer essa remoção com cuidado, pode utilizar um chinelo ou uma vassoura. Caso você conheça um local onde há escorpião, pode notificar a prefeitura, que providenciará a remoção (Telefone: 3422-8283).


Texto: Fernando Cymbaluk, com adaptações de Jussara Novaes (Sudoeste Digital)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments