CASO JÉSSICA - Sessão mista na Câmara relembra vítima de feminicídio em Conquista

A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista realizou nesta sexta-feira (17)uma sessão mista em comemoração aos 12 anos da Lei Maria da Penha. A sessão foi marcada por emoção em alguns momentos, como durante a fala de Elma Augusto da Silva, tia de Jéssica, jovem morta há pouco mais de dois anos por Américo Vinhas, atualmente foragido. RELEMBRE O CASO

Em abril de 2016, numa crise de fúria, ele atacou brutalmente Jéssica Nascimento, 21 anos, grávida de 4 meses. Américo chegou a ser detido no dia do crime, mas pagou fiança e foi liberado. 

A autora da proposta da sessão, vereadora Nildma Ribeiro, disse que foi cumprida a proposta de mobilizar a sociedade conquistense sobre o cenário de violências à mulher e o número de feminicídio crescentes.

Além de Elma, foram convidadas a compor a mesa a coordenadora do CRAV, Dayane Eveline Andrade; Lídia Rodrigues, da União Brasileira de Mulheres; Arlene Santos Ribeiro, do Conselho Municipal de Mulheres; capitã PM Débora Brito Nascimento, da Ronda Maria da Penha;  Flávia Reis, da Secretaria Estadual de Política para Mulheres; delegada de polícia civil Decimária Gonçalves e Jeanne Meira Braga, da Defensoria Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments