CONDENADOS - Dupla de matadores que agia em Conquista foi condenada a mais de 10 anos de prisão

índice
O Tribunal do Júri da comarca de Vitória da Conquista condenou nesta quarta-feira, 29, Jusimar Sales Reis a 12 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, por homicídio duplamente qualificado, cometido por motivo torpe e sem possibilitar a defesa da vítima. O comparsa dele, que teria participado da execução, já havia sido condenado dia 8, a 14 anos de prisão. SAIBA MAIS
índice

A denúncia do Ministério Público estadual foi oferecida e sustentada pelo promotor de Justiça José Junseira de Oliveira. A sentença foi proferida pelo juiz Reno Vieira Soares. Segundo a denúncia do MP, acatada pelos jurados, Jusimar Reis assassinou, no dia 29 de julho de 2016, Rômulo Melo Pereira (imagem acima) com “vários” tiros de arma de fogo disparados de surpresa contra a vítima em plena via pública. 

O crime aconteceu por volta das 19h30, na Travessa Santa Ana, bairro de Nossa Senhora Aparecida, em Vitória da Conquista. Conforme as investigações, o motivo do homicídio estaria relacionado ao tráfico de drogas.
O parceiro dele, Natanael Santos da Silva, foi julgado antes e foi condenado pelo Tribunal do Júri, em Vitória da Conquista, a 14 anos de reclusão pela participação na morte de Rômulo. A decisão, tomada pelo mesmo juiz, está sendo cumprida em regime inicialmente fechado. A denúncia também foi sustentada pelo promotor José Junseira 
De acordo com o promotor de Justiça, o crime, qualificado pela impossibilidade de defesa da vítima, teve sua motivação “diretamente ligada ao tráfico de drogas, pois tanto a vítima quanto o condenado têm envolvimento com o tráfico”. No momento do assassinato, Natanael estava acompanhado pelo também denunciado Jusimar Sales Reis.

Comments