CONQUISTA - Decisão da Justiça declara legalidade da greve dos professores da rede municipal

A juíza Simone Soares de Oliveira Chaves, da 1ª Vara da Fazenda Pública, declarou legal a greve dos professores da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, deflagrada há três semanas. Saiba mais.


A decisão da Justiça frustra a intenção da Prefeitura, que ingressou com uma ação ordinária contra a paralisação dos profissionais da educação, em campanha salarial desde março deste ano. A decisão interlocutória (decisão judicial que põe fim à uma controvérsia entre as partes, sem encerrar o processo) foi publicada nesta segunda-feira (6).

Trata-se de ação que visava declarar a ilegalidade do movimento grevista e, assim, forçar os professores ao imediato retorno às atividades e impedir manifestações que, segundo a Prefeitura, obstruem o funcionamento da "máquina administrativa municipal".

O Simmp, sindicato da categoria, recusou a proposta de reajuste de 2,7% oferecida pela Prefeitura, bem abaixo do percentual de 6,81% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A presidente do Simmp, Ana Cristina Novais, se manifestou sobre a ação e, também, sobre outra decisão da magistrada, que acata o pedido da Prefeitura para impedir manifestações dos grevistas no interior de repartições públicas, sob pena de multa diária de R$10 mil. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre a decisão judicial.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments