CULTURA - Grupo Apodio realiza nova apresentação da peça “Silêncio”


O Grupo de Teatro Apodio anuncia a peça "Silêncio", que será apresentada nos dias 18 e 19, em Vitória da Conquista.



O evento terá entrada gratuita e acontece na Praça CEU J. Murilo, na Rua Joana Angélica, Bairro Alto Maron. Para mais informações, contactar Afonso Ribas, diretor, pelo WhatsApp (73) 991878674. 

SAIBA MAIS

O Grupo de Teatro Apodio realizará nos próximos dias 18 e 19 a apresentação da peça “Silêncio: Autoacusação”. O evento é resultado de um trabalho que teve início em abril deste ano e acontece no Centro de Artes e Esportes Unificados de Vitória da Conquista J. Murilo (Praça Céus), localizado na Praça Virgílio Figueira, no bairro Alto Maron. 

Esta será a sétima vez que o Grupo leva ao público conquistense a peça “Silêncio”, escrita pelo austríaco Peter Handke, romancista e dramaturgo. Ela será apresentada em três sessões: duas no sábado, dia 18, às 19 horas e às 20h30, respectivamente; e uma no domingo, às 19 horas. No último dia do evento, acontecerá ainda um Pocket Show. A atividade é gratuita e aberta a toda a comunidade. 

Sobre o Apodio

Fazer um teatro de grupo, que resista e insista na atual e futura conjuntura da sociedade brasileira e usar essa arte como instrumento para enfrentar as opressões e a falta de amor entre as pessoas. Essa é a missão do Grupo de Teatro Apodio, que, desde junho de 2016, atua artística e politicamente em Vitória da Conquista, por meio das artes cênicas. 

Ele surgiu após uma oficina de teatro vocacional ministrada na Praça Céus, pela professora Gabriela Pereira, hoje responsável por coordenar Grupo. Mesmo com o fim da atividade, os participantes desejaram continuar se reunindo, e em um desses encontros, o nome “Apodio” foi escolhido para identificar o Grupo, uma homenagem aos deuses gregos Apolo (Deus do sol, das artes, da juventude e da verdade) e Dionísio (Deus das festas, da alegria e do teatro).

Atualmente, o Apodio se reúne todos os finais de semana, funcionando no sábado como um grupo aberto ao público em geral, onde são trabalhados jogos e técnicas de teatro; e no domingo como grupo fechado, onde acontecem reuniões, se discutem pautas, eventos e demais demandas, participando somente os seus membros fixos, que circunda em torno de 15 a 20 pessoas. 


Desde que foi fundado em Conquista, o Apodio já realizou inúmeras performances e apresentações, em locais como a própria Praça Céus, escolas, universidades e ruas da cidade. O trabalho mais recente aconteceu no último sábado, 4, e integrou o Festival Conquista Ruas. Na oportunidade, o grupo realizou uma intervenção na Praça 9 de novembro, onde denunciou o índice alarmante de mortes de jovens no município. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments