DIPLOMA COMPRADO - TCM vai apurar compra de diplomas de mérito por prefeitos e vereadores baianos


Jussara Novaes (Sudoeste Digital) - Vinte e seis prefeitos baianos compraram prêmios de melhores gestores do Brasil, segundo apuração do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). As honrarias foram pelas empresas União Brasileira de Divulgação (UBD), de Pernambuco, e Instituto Tiradentes, de Minas Gerais.




Segundo o levantamento do TCM, entre os anos de 2017 e 2018, diplomas e medalhas custaram aos cofres municipais cerca de R$ 92,9 mil. O esquema foi identificado também em 30 câmaras municipais da Bahia.

O TCM iniciou uma investigação contra prefeitos e vereadores por conta das irregularidades. A Corte vai pedir a devolução aos cofres públicos os recursos gastos com a taxa de inscrição para a “cerimônia de entrega da honraria”, assim como os valores gastos de recursos públicos com diárias, hospedagem e transporte para o local do evento.

Pelo esquema, prefeitos e vereadores usavam dinheiro público para participar de seminários e recebiam a premiação.

A decisão de instaurar a investigação para punir os gestores públicos baianos envolvidos foi tomada nesta segunda-feira (06/08) pelo presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, após reportagem denunciando a verdadeira indústria de venda de homenagens que existe no país que atrai – e em alguns casos ilude – gestores públicos de municípios de todo o país.

A reportagem comprovou a venda de “diploma de mérito e medalha” ao mostrar um jumento – que foi identificado como administrador municipal – sendo homenageado como um dos “Cem melhores prefeitos do país”.

Numa apuração preliminar feita pelo TCM, 26 prefeituras e 30 câmaras municipais baianas pagaram pelas distinções negociadas pelas empresas “União Brasileira de Divulgação – UBD” e “Instituto Tiradentes”, nos anos de 2017 e 2018. Os diplomas e medalhas custaram um total R$92.983,00.

O “Instituto Tiradentes” foi mais ativo, arrecadou R$80.833,00 nos municípios – 13 prefeituras em 2017 e 26 câmaras no mesmo ano.

Em 2018 vendeu prêmios para 12 prefeituras e 10 câmaras. Já o UBD teve como clientes oito prefeitos em 2017 e dois prefeitos em 2018. E ganhou R$12.150,00.


Em visita ao site do UBD, o Sudoeste Digital encontrou os municípios listados pela empresa apontada pelo TCM:

Bahia
  Salvador
  Feira de Santana
  Juazeiro
  Vitória da Conquista
  Itabuna
  Itaberaba
  Pedro Alexandre
  Urandi
  Una
  Entre Rios
  Teixeira de Freitas
  Catu
   São Francisco do Conde
  Guajeru
  Ribeira do Pombal
  Serrinha
  Ilhéus
  Tabocas do Brejo Velho
  Brumado
  Ipiaú
  Serra do Ramalho
  Salinas da Margarida
  Sátiro Dias
  Irecê
  Fátima
  Adustina
  Elísio Medrado
  Laje
  Ibirapitanga
  Brejolândia
  Maragogipe
  Santaluz
  Rio das Contas
  Presidente Dutra
  Santanópolis
  Santana
  Wenceslau Guimarães
  Paulo Afonso
  Livramento de Nossa Senhora
  Ipirá
  Canudos
  Ibititá
  Itamaraju
  Guanambi
  Bom Jesus da Lapa
  Conceição do Coité
  Xique-Xique
  Santana
  Jandaíra
  Morro do Chapéu
  Casa Nova
  Maracás
  Mulungu do Morro
  Itacaré
  Candeias
  Ituberá
  Mucuri
  Santa Luzia

O QUE DIZ A EMPRESA UBD:

A União Brasileira de Divulgação – UBD, Fundada em 2001, é especializada na avaliação, através de pesquisas interativas, de Gestão Pública, que tem por finalidade divulgar os melhores gestores do País, que atendam aos requisitos de excelência em gestão pública.

São avaliados critérios como transparência, responsabilidade fiscal e credibilidade, além do comprometimento com a sociedade, levando em conta o desempenho nas esferas de educação, serviços sociais, infraestrutura e saúde, entre outros critérios.

Segundo o Diretor de Pesquisas da UBD, Fernando Cunha, a pesquisa é feita por um grupo de pessoas que viaja aos municípios para coletar informações em campo, além de ligações telefônicas. Os moradores são questionados sobre a qualidade da gestão da prefeitura e dão nota que pode variar de 1 a 10. O instituto utiliza também dados públicos de órgãos governamentais (estaduais e federais) para mensurar a gestão. Essa análise é realizada em quase 4.000 municípios do Brasil.

O prêmio recebe o nome de Brasil-Suíça em homenagem ao país europeu, que é apontado como um dos principais exemplos em termos de política de Estado, sendo uma referência tanto para o mundo desenvolvido quanto para os países em desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments