EDUCAÇÃO - Prefeitura de Conquista vai fechar 20 escolas na zona rural, denuncia o SIMMP

Imagem TRIBUNA LIVRE: SIMMP questiona fechamento de escolas na zona rural
A presidente do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP), Ana Cristina Novais (imagem acima), denunciou o fechamento de nove escolas da zona rural do município e alertou para o fechamento de outras onze. A denúncia foi feita na tribuna livre, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (29), da Câmara Municipal.



Segundo Ana Cristina, Conquista foi surpreendia por mais um decreto do Governo Herzem Gusmão. “Um ato discricionário. Está descumprindo uma lei federal. E mais uma vez, de forma truculenta”, disparou. Ela observou que antes de ações como essas é necessário um estudo técnico e que a comunidade seja escutada.

⏫A presidente do sindicato aponta também para a contradição da justificativa da Prefeitura para o fechamento das escolas. “Disseram que tinha poucos alunos, mas visitamos todas as escolas e em nenhuma verificamos isso. Em todas há cerca de 28 a 32 alunos”, garantiu.

“E mesmo que houvesse essa evasão escolar, isso mostra que é por falta de políticas adequadas de permanência desses estudantes”, completou. O SIMMP solicitou uma audiência pública para discutir sobre o assunto. “Vamos trazer os representantes de todas essas comunidades. Não podemos deixar o executivo fazer o que quiser”, disse.


Em sua fala, o presidente da Comissão de Educação, vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB),⏫ informou que irá conversar com o prefeito Herzem Gusmão (MDB) sobre a situação. "Algumas escolas continuam funcionando. Várias denúncias não são verdadeiras”, frisou, manifestando posição contrária ao fechamento de escolas.

“Não podemos aceitar que fechem escolas faltando três meses de aula”, disse. Bibia reforçou também a necessidade urgente de ir até essas comunidades para averiguar a situação.

REQUERIMENTO

⏪O vereador Valdemir Dias (PT), afirmou que enviou um pedido de esclarecimento à Secretaria de Educação sobre o fechamento das escolas. “Precisamos saber se essas escolas eram nucleadas ou não, para onde vão esses alunos e se a comunidade foi ouvida”, pontuou. “Não se pode fechar escola assim”.



⏪O líder do prefeito na Câmara, Luís Carlos Dudé (PTB), por sua vez, afirmou que "é preciso analisar melhor a situação", sugerindo que a Comissão de Educação trabalhe de forma integrada com outros vereadores como Nildma Ribeiro (PCdoB), Viviane Sampaio (PT) e Coriolano Moraes (PT), para debater a situação.

Comments