LISTA DE CRIMES - Prisão do homicida e traficante Zé Lucas pode levar a polícia a novas informações sobre sua atividade criminosa

Suspeito de autoria em seis homicídios em apuração pela Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista e autor confesso do homicídio que vitimou o jovem Iago Oliveira, o homicida e traficante José Lucas Silva Santana, o "Zé Lucas", está preso e autuado em flagrante delito.


Com a sua prisão, nessa quinta-feira (24), pelos crimes de associação ao tráfico de drogas e associação criminosa armada, a polícia civil deve desvendar outros ilícitos ligados a ele. Diante das provas e indícios obtidos pela Delegacia de Homicídios, ele confessou que integra uma das facções criminosas que atuam em Vitória da Conquista e região.

Este grupo bandido é responsável por praticamente metade do fornecimento de drogas e centenas de homicídios, roubos e outros crimes ocorridos nos últimos anos em Vitória da Conquista e cidades circunvizinhas, informou o delegado Marcus Vinícius de Oliveira.

Há dois anos, Zé Lucas foi preso em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e associação criminosa armada, contudo, encontrava-se em liberdade condicional.

Fonte: Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments