RELATO OFICIAL - Saiba tudo sobre as prisões dos responsáveis pelo homicídio que vitimou Ruan Gabriel

A vítima estava desaparecida desde a terça-feira passada e havia rumores de que teria sido assassinada, o que  levou a Delegacia de Homicídios a entrar no caso.



As investigações apontaram JOÃO PAULO ANDRADE PEREIRA, o  ‘DANGA’ (19 anos), (imagem acima) JURANDIR OLIVEIRA NASCIMENTO, o ‘JURA’ (21 anos), (abaixo) e um adolescente de 15 anos de idade como os autores do homicídio e pela ocultação do cadáver da vítima.

EM 27.08.18, no fim da tarde e início da noite, diligências foram realizadas no Bairro Santa Cruz, em Vitória da Conquista, aonde foram localizados os três investigados, mas em momentos distintos, sendo que os dois adultos resistiram à prisão, contudo, foram detidos.


Todos confessaram detalhadamente como ocorreu o assassinato do jovem RUAN e como ocultaram o seu corpo no centro da Lagoa das Bateias, o qual somente foi localizado na manhã do dia 28.08.18 com o apoio incondicional do Corpo de Bombeiros, bem como, confirmaram que a motivação foi pelo fato da vítima ter tido um relacionamento amoroso com a namorada de JOÃO PAULO, sendo este o responsável pelos dois disparos de arma de fogo que ceifaram a vida de RUAN.


Nas proximidades do local em que foi ocultado o corpo, também foi escondido o revólver utilizado no crime.

JOÃO PAULO e JURANDIR estavam traficando drogas ilícitas no momento em que foram presos e foram autuados em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, associação criminosa armada, ocultação de cadáver e resistência, sendo JOÃO PAULO ainda autuado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Diante das provas e indícios apontados pela Polícia Civil, ambos resolveram colaborar com as investigações e confessaram todos os crimes supramencionados.


O adolescente foi submetido a boletim de ocorrência circunstanciado - BOC e a Polícia Civil representou pela sua internação perante à Vara da Infância e da Juventude de Vitória da Conquista.  Este adolescente, além de ter confessado sua participação no homicídio e na ocultação de cadáver investigados, também confessou fazer parte da mesma associação criminosa armada voltada ao tráfico de drogas e outros crimes que são integrantes JOÃO PAULO e JURANDIR. O adolescente é investigado como responsável por outros dois homicídios e duas tentativas de homicídios  ocorridos em Vitória da Conquista.

JOÃO PAULO, por sua vez, já foi preso por duas vezes portando ilegalmente armas de fogo, inclusive, uma submetralhadora, bem como, pelo crime de tráfico de drogas.

JURANDIR já foi preso pelo crime de tráfico de drogas ilícitas e liberado em audiência de custódia.

Fonte: DH/VCA.

Comments