SUDOESTE DA BAHIA - Descoberta gigantesca reserva mineral em mais de 32 municípios baianos

Resultado de imagem para provincia mineral
Imagem: Redes sociais/ilustrativa
Após mais de dez anos de estudos em municípios das regiões Sudoeste e Oeste da Bahia, o geólogo Carlos Cavalcanti (imagem abaixo) descobriu uma província mineral com cerca de 12 mil km2, rica em minério de ferro, manganês, cobre, zinco, bauxita, grafeno e fosfato, entre outros.

A descoberta foi comunicada ao Presidente da República, Michel Temer, durante audiência nesta semana, com a participação do deputado federal José Rocha (PR), do prefeito de Caetité, Aldo Gondim, e do geólogo.

As pesquisas mostraram ao estudioso que a nova província mineral é maior que a de Carajás, no Pará, e se estende por mais de 32 municípios, entre eles, Caetité, Brumado, Paramirim, Igaporã, Ibipitanga, Macaúbas, Lagoa Real, Matina, Riacho de Santana e Tanque Novo.

Após a explicação da descoberta, Michel Temer determinou ao Ministério das Minas e Energia a análise imediata dos estudos, para que sejam tomadas as providências necessárias ao início da exploração mineral na região.

Geólogo de formação, o empresário João Carlos Cavalcanti ficou bilionário ao encontrar grandes jazidas de minério de ferro no interior da Bahia. Sua fortuna não parou de crescer nos últimos 30 anos. E JC, como é conhecido no mundo dos negócios, vive de acordo com o patrimônio que amealhou. 

Embora evite badalações, gosta de pilotar carros de luxo, numa coleção que inclui Ferrari, Porsche e Maserati. Também tem vida ativa na política de seu Estado, mas sempre foi homem de atuar nos bastidores. 

chamada.jpg

g_bilionario.jpg
Fonte Istoé

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments