ALERTA GERAL | Lagoa das Flores e Região correm o risco de ficar sem transporte público novamente.

Os moradores do Bairro Lagoa das Flores e adjacências correm o risco de ficar novamente sem transporte público, quando ocorreu quando eram atendidos por ônibus da falida Viação Vitória. SAIBA OS MOTIVOS


Mesmo com todo empenho da empresa Viação Cidade Verde,  fazendo uma operação totalmente inovadora, utilizando micro-ônibus que circulam em intervalos pontuais, sem cobradores ou cobrança a bordo, os passageiros pagantes insistem em utilizar o transporte clandestinos.

Como em outros editoriais, já alertávamos da importância do USO E DA CONSCIÊNCIA em valorizar o transporte público que faz a inclusão social. É direito da população ter o transporte público, enquanto é dever do município garantir este bem público.

Por outro lado, a regra de ouro deve ser respeitada. A POPULAÇÃO DEVE CONTRIBUIR valorizando o bem púbico que seu bairro dispõe.

Muito se questiona e o assunto está sempre em pauta quando se trata do transporte público. Muito  provável que aqueles que mais criticam o transporte púbico exigindo mais horários e mais ônibus em sua linha ou região é justamente aquele que prefere pagar a passagem no clandestino, ao passo que envia ao transporte público seus filhos estudantes, seus pais ou avós idosos e quem sabe um parente portador de deficiência, porque o ônibus faz inclusão social.

Temos recebido muitas reclamações dos moradores das regiões do Pradoso e Santa Marta. Observando o comportamento da população por lá, não foge do que se vê na região do Lagoa das Flores: pessoas optando pelo clandestino e que depois irão reclamar quando não tiver mais o ônibus aos seus filhos estudantes.

Empresários do Distrito Industrial, a Sudic (Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial), líderes de associações, vereadores e autoridades religiosas daquela região precisam entrar na discussão enquanto há tempo. Depois não irá adiantar quando não mais tiver ônibus circulando por lá.

Importante que todos estejam convictos de que uma empresa já faliu. Sem contar que antes da “morte súbita” a Viação Vitória já vinha reduzindo frota e horários e, por fim abandonando, aquela região antes mesmo de a empresa fechar totalmente as portas.

Enquanto isso a Viação Cidade Verde que - diga-se de passagem - não tem obrigação de operar linhas que não são de seu lote licitado vem, de bom grado, contribuindo com a região e até inovando na operação-padrão. Mas até quando será assim?

Fica a reflexão e a nossa sugestão a todos aqueles que enviam mensagens reclamando do transporte púbico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments