CONQUISTA | Associação de Odontologia cobra devolução de terreno à entidade

Na sessão ordinária dessa quarta-feira (19) da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o diretor da Associação Brasileira de Odontologia (ABO) de Conquista, Marcílio Alves Ferraz, fez uso da tribuna livre para solicitar a aprovação do projeto de lei que devolve à entidade um terreno na Av. Franklin Ferraz, no Candeias. O terreno já havia sido da ABO, no entanto, como não houve construção no prazo legal, ele voltou a pertencer à prefeitura municipal.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



































⇑ Marcílio explicou que o terreno foi doado à Associação na gestão do prefeito Murilo Mármore. No entanto, por falta de recursos, a entidade não pode na época construir no local. “O terreno ficou na nossa posse por 25 anos. Fizemos o muro, mas não construímos por falta de recursos”, contou. “Mas agora depois de 18 anos da atuação da nossa Clinica Escola, isso nos permitiu ter condições para realizar esse sonho de ampliação”, completou.

Ele conta que no início desse ano, a ABO deu entrada na prefeitura para o início das obras, porém se deparou com esse problema do terreno ter voltado a pertencer ao município. “Por isso, solicitamos ao prefeito a devolução do terreno, e ele encaminhou o projeto de lei para essa Casa. Gostaria de pedir a aprovação por parte dos vereadores”, clamou.

Trabalho Social – O Diretor da ABO frisou a contribuição social que a Associação vem oferecendo à população de Conquista. “A ABO está na cidade desde 1952, e vem sendo protagonista na capacitação dos cirurgiões dentistas e dos acadêmicos promovendo cursos, jornadas, bate papo científicos, cursos de especialização. Fizemos também durante vários anos ações sociais na Praça da Bandeira como o Dia da Ação Bucal e a Semana de Prevenção ao Câncer de Boca”, citou.

Imagem TRIBUNA LIVRE: Associação de Dentistas cobra devolução de terreno à entidade

Além disso, ele conta que através da Clínica Escola, a entidade vem realizando cerca de 6 mil consultas ao ano. “Essas consultas estão sendo realizadas de forma subsidiada e às vezes gratuita. Em parceria com a prefeitura, o sistema de saúde encaminha os pacientes para consultas e procedimentos”, contou. “Somos uma entidade séria, que presa pelo ético e é responsável com suas atividades científicas. Com a sede própria poderemos ampliar esse trabalho”, reforçou.

É necessário fazer justiça - Comentando pela Bancada de Situação, o vereador Líder do Prefeito na Câmara, Luís Carlos Dudé (PTB) disse que a devolução do terreno à ABO é uma questão de fazer justiça. “A associação Brasileira de Odontologia presta relevantes serviços à sociedade. Eu não entendo essas coisas que acontecem”, apontou Dudé. “É necessário que essa Câmara faça justiça, votando favorável à devolução deste terreno”, disse o parlamentar. “Será de grande valia para a comunidade de Vitória da Conquista”, concluiu.

Aprovado pela Comissão de Legislação – O líder da bancada de oposição e membro da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, Valdemir Dias (PT), reforçou as palavras do vereador Dudé, e informou que a Comissão já deu o parecer favorável ao projeto de devolve o terreno à ABO. “Espero agora a colaboração de todos os vereadores para a aprovação do projeto”, frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments