CONQUISTA | Empresa de soluções ambientais apresenta projeto para transformar lixo em energia


Imagens: Ag. Sudoeste Digital/1.09.2018
Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, na manhã desta sexta-feira, 21, a Tribuna Livre foi ocupada pelo diretor executivo da Balga Soluções Ambientais, Vicente Oliveira, que apresentou um projeto de produção de energia elétrica a partir do lixo urbano.



“O nosso projeto elimina totalmente lixões e aterro. O lixo da cidade e totalmente transformado”, explicou ele apontando que 85% do lixo serão destinados para a produção de energia elétrica e os 15% restantes para a compostagem ou reciclagem.

Oliveira explicou que o lixo é exposto a um processo de Pirólise que, em resumo trata-se de uma reação de decomposição térmica, ou seja, que ocorre por meio da exposição a altas temperaturas. A palavra vem do grego pyrós (fogo) + lýsis (dissolução), e num sentido amplo é caracterizado como a ruptura de uma estrutura molecular original, a decomposição ou a alteração de um composto pela ação do calor em um ambiente com pouco ou nenhum oxigênio.

O uso da pirólise na indústria é amplo, como para produção de carvão vegetal, reprocessamento de pneus para obtenção de óleos e gases combustíveis e na fabricação de fibra de carbono. O processo também é utilizado no tratamento do lixo antes do descarte e para a obtenção de biocombustíveis.

ENTREVISTA


Segundo o representante da empresa, o projeto atende à realidade de Vitória da Conquista devido à realidade da cidade, que é caracterizada como de médio porte. O executivo informou que já foi feito um pré-projeto para Vitória da Conquista, orçado em cerca de R$ 60 milhões, sem qualquer investimento a ser feito pelo Tesouro Municipal.

A projeção é de que sejam processados 320 toneladas diárias de lixo. A implantação dessa modalidade de processamento do lixo urbano precisa ser licitada pelo Executivo Municipal, e, pelo projeto da Balga Soluções Ambientais, demoraria cerca de 18 meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments