EDUCAÇÃO E CIDADANIA | Discentes do Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública da UFBA fazem visita ao Presídio Nilton Gonçalves

Em visita ao Presídio Advogado Nilton Gonçalves em Vitória da Conquista no último dia 15 de setembro, acompanhados da mestranda em Segurança Pública Graziela Nascimento Barreira, os discentes do Curso Superior de tecnologia em Segurança Pública da UFBA, Pólo Vitória da Conquista, observaram o dia a dia de agentes penitenciários e internos.




O presídio que tem capacidade para 208 internos, está com 302, divididos em quatro módulos, sendo que um é feminino.

Os discentes tiveram a oportunidade de conversar com alguns agentes penitenciários, qual a rotina deles. Conversaram também com alguns internos, na qual viram como eles são tratados e conheceram um pouco da história de vida de alguns onde iremos identifica-los apenas pelas iniciais.

O interno A. S. falou sobre o porque ele está preso, falou também que já está perto de sair. Já o S. R., foi preso por furto, que hoje ele presta serviço dentro do presídio por bom comportamento e foi sentenciado à três anos e sete meses de reclusão e quando sair, quer montar seu próprio negócio de reciclagem na cidade onde reside.

Outro que conversou com os discentes foi H. S., que presta serviços na horta comunitária. Ele disse que gosta de estar ali porque ele vivia muito atribulado, perturbado e veio a oportunidade de prestar serviços na horta e mudou tudo na sua vida. Pois ele está interagindo com a natureza e quando sair ali que será no próximo ano, pretende construir uma família e ter filhos. Que o projeto da horta é maravilhoso.


Segundo um dos agentes penitenciários que coordena o projeto da horta, disse que  esse trabalhou começou em 2016 por iniciativa dos próprios agentes com o apoio da direção do presídio, com a finalidade de ter mais atividades laborativas para os internos, visto que quando mudou o provimento da unidade, para regime semiaberto e na cidade não havia oferta de emprego para os internos, eles começaram a pesquisar, buscar parceiros, cursos para os internos, com direito a certificação, daí em diante os internos aprenderam a plantar, levantar as leiras, cultivar e a cuidar das hortas. São doze internos trabalhando no projeto de segunda a sábado.

No final, os discentes preencheram um questionário que será enviado a Universidade Federal da Bahia para conhecimento de todos sobre a situação do Presídio Advogado Nilton Gonçalves. (Por: Alexandre Marques)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments