MAIQUINIQUE | Disfarce policial ajuda a prender acusado de estuprar neta de 11 anos


Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (11), suspeito de abusar sexualmente de sua neta de 11 anos. Diolino Pereira Silva, de 57 anos (imagem), teve o mandado de prisão preventiva cumprido na zona rural do município de Maiquinique, no sudoeste da Bahia.

Segundo a Polícia Civil, os policiais da Delegacia Territorial de Maiquinique tiveram que se vestir como trabalhadores rurais, evitando que o estuprador fugisse, ao notar a presença da equipe. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.

A vítima, que está sendo acompanhada por um psicólogo, relatou que o avô a ameaçava, evitando que ela o denunciasse. Além disso, Diolino já havia sido apontado como responsável por estuprar duas meninas de 10 anos, em 2013.

BOLETIM DA POLÍCIA CIVIL

21ª Coorpin-Itapetinga
DT de Maiquinique
CUMPRIMENTO DE MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA

A Polícia Civil da Bahia prendeu na manhã de hoje a pessoa de DIOLINO PEREIRA SILVA, de 57 anos de idade, acusado de crimes de estupros de vulneráveis.

DIOLINO foi inicialmente acusado de haver molestado sexualmente uma cunhada e uma amiguinha dela, ambas de 10 anos de idade, quando passavam férias na casa dele, na Região da Água Bela, zona rural do município de Maiquinique, fato ocorrido no ano de 2013, estando o processo em curso na Comarca de Macarani.

Há 20 dias DIOLINO foi novamente apontado como suspeito de estar abusando sexualmente da própria neta de 11 anos de idade. Ouvida no inquérito policial instaurado para apurar o fato, a vítima confirmou a denúncia relatando que os abusos ocorriam desde de que ela tinha 05 anos de idade, sempre que ela por alguma razão ia à casa do avô, inclusive nas visitas familiares que seus pais faziam a ele. Disse ainda que ele a ameaçava dizendo que se contasse a alguém que ele seria preso e culpa seria dela, conseguindo assim o seu silêncio.

Diante dessa nova denúncia foi representado pela decretação da prisão preventiva do suspeito, sendo o pedido deferido pela MM Juíza da Comarca de Macarani na tarde da última quinta-feira, dia 06/09/2018, e cumprido na manhã de hoje.

O suspeito reside em local de difícil acesso e para prendê-lo foi necessário que os policiais civis se disfarçassem de trabalhadores rurais para se aproximarem dele sem levantar suspeitas.

A vítima está recebendo apoio psicológico e o preso será recolhido na carceragem da DT de Maiquinique à disposição da Justiça.

FONTE: DPC Irineu Andrade

Comments