TRANSPORTE PÚBLICO | PASSAGEIROS EXPERIMENTAM E ATESTAM QUE CLANDESTINOS NÃO SÃO A MELHOR OPÇÃO

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, oceano e texto
A população de algumas localidades mais distantes da área central de Vitória da Conquista, como os bairros  Santa Marta, Pradoso e todo o conglomerado da região Lagoa das Flores, sempre foi penalizada quando se trata de transporte público.


Resultado de imagem

Em um de nossos editoriais passados, alertamos para o amargo, porém necessário, “APRENDIZADO LÚDICO”, em que usuários do transporte público de Vitória da Conquista vão concluindo que passageiros e gestão pública devem priorizar o uso e políticas públicas do sistema por ônibus.

As três regiões que exemplificamos acima estão infestadas de clandestinos, algo no mínimo para se QUESTIONAR e quem deve fazer estas perguntas é a mesma população que reclama a ausência do ônibus ou a insuficiência dele.


Se há clandestinos é porque eles são usados, apoiados e acolhidos pela população. O que a população  levou anos para perceber é que a suposta economia de alguns centavos ao andar de com vanzeiros as levaria a gastar em dobro ou três vezes mais quando o ônibus "morresse" por completo em suas linhas.

Fácil perceber que grande maioria daqueles que reclamam da ausência dos ônibus é formada por aqueles que foram em busca de economizar os centavos, mas que em paralelo enviavam nos ônibus seus filhos menores de 5 anos, outros filhos e parentes estudantes, portador de deficiência e idosos.

Resultado de imagem
O que a população não percebia é que elas mesmas trabalharam para sacrificar um bem público que, mais adiante, iria gerar tremendos problemas em suas regiões.

A população finalmente conclui através da súbita falência da Viação Vitória. Porém foi em um doloroso e longo processo que colocava a empresa na UTI, levando primeiro a redução de frota e em seguida o abandono de algumas linhas até, finalmente, ao apagão total.

ATÉ OS VANZEIROS QUEREM OS ÔNIBUS. 

Qual o aprendizado lúdico em tudo isso?

Que vanzeiros causam mais malefícios do que benefícios. Trata-se de um modelo de transporte que estimula a exclusão social. 

Vanzeiros operam onde, como, quando querem e escolhem quem transportar, não bastasse deixar de socorrer a população quando ela mais precisava, com a saída da Viação Vitória.

Resultado de imagem para tudo o que você tem e não valoriza a vida tira

Exemplo clássico que serve de uma verdadeira sala de aula aos passageiros com uma informação didática e lúdica: metade da cidade,  infestada também de clandestinos, é servida pela Viação Cidade Verde. Então a pergunta:

Por que tão logo a Viação Vitória parou os vanzeiros não saíram das linhas que possuem ônibus da empresa Cidade Verde e não foram socorrer as linhas totalmente sem os ônibus da Viação Vitória?

Perguntas que a população deve fazer aos nossos governantes

Vanzeiros preferem curtas distâncias e que haja a presença dos ônibus para garantir os direitos sociais na forma de milhares de gratuidades.

Vanzeiros querem a presença dos ônibus, pois assim não precisarão trabalhar após às 19 horas, finais de semana e feriados porque o usuário terá a presença  dos ônibus para acalmar a população.

O que a população precisa saber é que uma linha boa irá subsidiar as regiões mais distantes. Como haverá subsídio se até mesmo a população que reclama das regiões mais distantes anda de clandestinos?

Apenas uma reflexão para responder às milhares de reclamações que chegam a este site.

É dever das autoridades fiscalizar os clandestinos, mas sobretudo cabe a população evitar usá-los.

Como não querer tóxicos ou drogas em nosso bairro se ao mesmo tempo permitimos alguém de nossa meio família fazer uso?

Quem deixa de andar de ônibus sacrifica sua região e os direitos sociais. Como se não bastasse, quem não anda de ônibus contribuirá para a elevação da passagem justamente desse transporte que ela deseja, mas que não admite os aumentos da tarifa.

Autoridades e passageiros precisam saber o que desejam.

MATÉRIAS RELACIONADAS AO EDITORIAL (CLIQUE PARA LER)

CONQUISTA - Incêndios que destruíram van e Kombi podem estar ligados à guerra entre milícias; grupos disputam linhas na cidade


PRF EM AÇÃO - Van furtada em SP transportava passageiros em Conquista; motorista foi preso


RACHA SINDICAL (ARTIGO) - Presidente do Sindicato dos Rodoviários nega revisão salarial para a categoria e pode ser destituído

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments