TV CÂMARA | SIMMP denuncia corte de salários de professores e monitores escolares

Repercutiu em todo o País a fala da presidente do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP), Ana Cristina Novais, nessa quarta-feira (19), na tribuna da Câmara dos Deputados. Ao vivo, pela TV Câmara, a sindicalista denunciou a gestão Herzem Gusmão (MDB) pelo descumprimento da Lei do Piso. VÍDEO.


Ana Cristina afirmou que existe uma grande preocupação em relação aos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) também em Vitória da Conquista.

"Se for vinculado apenas a uma questão discricionária do poder executivo, dificultaria o recebimento dos precatórios em benefícios para a categoria, denunciando a situação vivida pelos profissionais da educação no município, enfatizando o plano de carreira de apenas dois níveis que não atende às necessidades da categoria, que ainda corre o risco da quebra de tabela", destacou.

“Fizemos uma greve que não foi julgada ilegal, mesmo assim o prefeito de Vitória da Conquista cortou os salários de professores e monitores”. a presidente ainda falou sobre a questão dos profissionais monitores escolares, que exercem todas as funções do magistério sem reconhecimento ou plano de carreira próprio.

“É difícil acreditar que os monitores escolares recebam um salário mínimo para estar em sala de aula”. Ana Cristina finalizou sua participação enfatizando a importância da primazia da justiça e legalidade na educação. “Devemos levantar o debate e não deixar a cargo apenas da discricionariedade do executivo ou do Estado”, concluiu.

O evento, que reuniu educadores de diversos municípios do Brasil, em Brasília, é parte de uma Comissão Geral, com o principal objetivo de debater a apuração, liberação e aplicação dos recursos referentes às parcelas calculadas pelo Fundeb nos municípios brasileiros. (Com informações da Ascom/SIMMP)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments