DENÚNCIA | Captação ilegal em Iguá faz barragem secar e moradores ficam sem abastecimento de água


Moradores do distrito de Iguá, zona rural de Vitória da Conquista, estão sem abastecimento regular de água há mais de 30 dias e o motivo é mais grave que a estiagem prolongada na região.

A explicação, segundo os moradores, está na captação irregular por bombas d'água potentes, instaladas por fazendeiros, na barragem construída há mais de 50 anos por moradores da localidade. Referência em beleza e armazenamento de água na região, a barragem vem sofrendo com vários problemas e o que antes era uma extensa lâmina d´água, hoje é terra rachada e lama. 

O quadro é desolador, relata um lavrador, que prefere o anonimato, temendo ameaças. Alguns animais começam a morrer de sede e o resto de água que ainda repousa no final da barragem é disputada como se fosse cobiçado objeto de desejo de todos.

As bombas foram instaladas desde o ano passado, mas o agravamento se deu agora. "Eles são ricos, poderosos. Tanto que a gente denuncia e nada acontece, então resolvemos apelar para a imprensa e para quem realmente possa escutar nossos apelos", desabafa. "Os nomes? É complicado dizer, pois são gente rica e tenho medo".

Assim que foi informada da situação a vereadora Nildma Ribeiro (PC do B) informou, na sessão da Câmara Municipal, nesta quarta-feira (17), que será feita uma denúncia ao Inema (Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos)e à Sema (Secretaria do Meio Ambiente) sobre a depredação da barragem. "A barragem tem mais de 50 anos e vem sendo drenada de forma irregular por fazendeiros que instalam bombas no local", acentuou.

Outro morador relata que, nunca presenciou cena igual. "Eu tenho 36 anos e eu nunca vi a barragem nessa situação", reforça. "Tem fazendeiro que com bombas que tiram 20 mil litros de água por hora e essas bombas ficam ligadas o dia todo", completa.

Em documento encaminhado ao Sudoeste Digital/TV Conquista, uma comissão de moradores enumera outros problemas. "Um deles é o assoreamento, que é um processo natural, acelerado devido ao depósito de lixo e entulho às margens das estradas e que são levados até a barragem".

Segundo os moradores, esse processo já é bem visível, pois a barragem está cada vez mais rasa. "Tem ainda a pesca predatória, que é feita até no período de desova dos peixes, com uso de equipamentos ilegais, como bombas e redes finas; mato nas margens e dentro da barragem e uso de ilegal de bombas para levar a água para propriedades particulares". 

Segundo alguns moradores da localidade, em momentos é possível observar até cinco bombas retirando água da barragem. "Esse ultimo é um dos principais problemas, já que a região passa por um longo período de estiagem e mesmo assim a água é retirada de maneira indiscriminada e em grandes quantidades, o que agrava a situação e contribui para a secagem". 

Para tentar resolver esses problemas a comunidade cobra soluções dos governantes e indicam algumas soluções, como proibição da pesca predatória com uso de redes e bombas; retirada imediata das bombas que “roubam” água; despejo de entulhos e lixos nas margens e estradas próximas, além de limpeza das margens e da parte rasa da barragem e uso de maquinas e retroescavadeiras para retirar a terra e aumentar o nível da barragem, assim como a criação de um disque-denuncia para que os moradores avisem as autoridades sobre irregularidades. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments