ENEM 2018 | Veja 9 temas que podem ser abordados na Redação

Resultado de imagem para ENEM
Faltam três semanas para o Enem 2018 e uma das principais expectativas entre os estudantes é o tema da temida Redação. Para estar preparado, o candidato deve estar atento a assuntos debatidos constantemente na imprensa, conhecer o máximo possível a legislação brasileira e treinar a argumentação. Ter um bom domínio da língua portuguesa formal também é fundamental.

Confira alguns temas que podem ser abordados na prova de Redação e faça o possível para saber argumentar sobre eles:

- Analfabetismo Funcional e Preconceito Linguístico

“O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) vem divulgando memes no Instagram com expressões regionais. Além disso, os processos de avaliação do ensino, como Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), constantemente apontam que o analfabetismo funcional chega a quase 30% da população e que menos de 10% dominam plenamente a leitura e a compreensão de textos. O preconceito linguístico é uma das consequências desse analfabetismo funcional, que é negar que o modo de expressão do outro seja legítimo, porque se distancia de um padrão tido como o único correto. Esse padrão é o da Norma Culta, que representa uma linguagem ideal, dominada por aqueles 8% que são plenamente capazes de ler e compreender um texto. Talvez o tema desse ano possa discutir formas de combater o analfabetismo funcional ou de combater o preconceito linguístico no Brasil. Se considerarmos que nos últimos anos o Enem vem trabalhando com o combate a toda forma de preconceito e violência: mulher (2015), religiosa e racista (2016) e surdos (2017), é muito provável que o preconceito linguístico seja o tema deste ano”.

André Valente, professor do Cursinho da Poli - USP

- O ingresso dos jovens no mercado de trabalho

“Pelas seguintes razões: vivemos uma crise de desemprego muito grande. Principalmente entre jovens de 18 a 24 anos. Como é para o jovem ingressar nesse mundo do trabalho com algumas profissões já saturadas e outras que começam a despontar, como os digital influencers? Os jovens estão mirando no passado e nas profissões clássicas (médicos e advogados, por exemplo), nas do presente (jornalismo, engenharia...) ou no futuro (meios digitais?).”

Eva Albuquerque, professora do Cursinho da Poli - USP

- Fake News

“Principalmente depois da eleição de Donald Trump, nos EUA, o fenômeno da divulgação de notícias falsas passou a chamar a atenção. Creio que o Enem poderia questionar sobre quais seriam as formas de combater as fake news e os efeitos delas em relação aos indivíduos, que sofrem difamações e que podem levar até a danos à moral e à imagem das pessoas e em relação à sociedade, já que a divulgação de fake news coloca em xeque a credibilidade tanto dos meios de comunicação, como das instituições e projetos sérios, que podem ser prejudicados por notícias falsas.”

André Valente

- A importância da participação política da mulher para a democracia brasileira

“Mesmo com cota de 30% das vagas destinada às mulheres, elas ainda são minoria na política. Ao aumentar a importância da participação delas, a sociedade ficaria mais justa e equilibrada em relação à maneira de tratar cada um individualmente e também coletivamente?”

Eva Albuquerque

- Família Contemporânea

“É possível que caia um tema para o estudante trabalhar essa questão, por tudo que ela engloba na atualidade, como a questão dos direitos dos casais homoafetivos, a adoção de crianças por esses casais etc.”

André Valente

- Desenvolvimento sustentável

“Como assegurar a eficácia ecológica com justiça distributiva e eficiência econômica? Isto é, como fazer o país crescer distribuindo renda sem ter de poluir tanto e garantindo alimentação saudável, e sem agrotóxicos, já que o país gasta muito com saúde publica, e uma das causas é o nível de agrotóxicos em alguns alimentos?”

Eva Albuquerque

- Sistema Educacional no Brasil

“Com as reformas que estão sendo propostas, como o lançamento da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), é possível que o tema da redação coloque em questão o modelo educacional no Brasil, pedindo que os candidatos proponham soluções para os problemas de evasão, de analfabetismo funcional, de insucesso da escola, etc.”

André Valente

- A educação como geradora de qualificação para o mundo do trabalho e as práticas sociais

“A educação e a escola são as bases de uma sociedade desenvolvida. Sem ela, os jovens não conseguem acessar as profissões mais concorridas. Mas muitos jovens têm de sair da escola para trabalhar. Ou pior: não dão tanta importância para a escola, já que existem outras ocupações que lhes tomam o tempo, como as redes sociais. O que esses jovens poderiam fazer para que a escola e educação formal pudessem voltar a ter importância para eles, já que a política só a vê como importante enquanto discurso em época de eleições?”

Eva Albuquerque

- Mobilidade Urbana

“É uma questão que pode ser abordada, já que é um dos problemas nacionais e que envolveria pouca polêmica diante da polarização política atual.”

André Valente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments