IMAGENS EXCLUSIVAS | Cenas do tiroteio numa agência do Bradesco em Vitória da Conquista

Imagens: Agência Sudoeste Digital/TV Conquista
As pessoas ainda andam assustadas, a passos largos, pelas ruas centrais da cidade, mesmo depois cessado um tiroteio, por volta das 11 horas desta quarta-feira (24) na agência 0270 do Bradesco, na Rua Maximiliano Fernandes, centro de Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador. 

Tudo parecia transcorrer para mais uma manhã de rotina, na terceira cidade da Bahia, quando Diego Andrade de Souza, 30 anos, entrou na agência, pedindo dinheiro aos clientes, nos caixas eletrônicos. Ele estava portando uma pochete e, ao ser reprimido por um vigilante, atirou o objeto ao chão. 

Um dos vigilantes teria observado o ato suspeito e, pensando se tratar de tentativa de assalto, solicitou que o objeto fosse recolhido pelo rapaz. Não foi encontrada arma na pochete, de acordo com as primeiras informações e até o momento foi descartada tentativa de assalto.

Num momento de descuido, o vigilante teve a arma arrancada do coldre e o rapaz teria começado a disparar a esmo, causando pânico e correria na parte externa da agência, onde ficam os caixas eletrônicos. As informações ainda são desencontradas, já que alguns garantem que a arma estaria com o homem, na cintura.

Os outros vigilantes saíram em socorro do colega e atiraram em direção do rapaz, para contê-lo, atingindo na perna. Os estilhaços atingiram tórax e braço. Os disparos em várias direções, atingindo uma estrutura de aço e estilhaçando vidraças da agência e de uma casa de empréstimos, no outro lado da rua. Ninguém mais se feriu, além do autor do tumulto.

Mesmo ferido, o autor fugiu e foi alcançado, sangrando muito, a pouco metros da agência, numa das alamedas centrais da cidade. De acordo com informações, o homem aparenta distúrbios mentais, o que ainda não ficou comprovado. 

Outros dizem que ele produz pulseiras artesanais na zona oeste da cidade. Ele foi encaminhado ao Hospital regional de Base e está custodiado, devendo ser encaminhado ao Presídio regional Nilton Gonçalves.











































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments