SECA | Rio Pardo "desaparece" em povoado de Conquista; situação afeta outros 62 municípios baianos

Resultado de imagem para rio pardo seco
Imagem: Blog do Jorge Amorim/arquivo
A região sudoeste da Bahia está com 62 municípios em situação de emergência por conta da seca. Em Vitória da Conquista, no Povoado de Três Lagoas, por exemplo, a situação é tão crítica que até a água do Rio Pardo, que abastece a localidade, secou.

Os moradores de Três Lagoas têm apoio de carros-pipa, mas a água que chega para eles não é suficiente nem para as necessidades básicas dos moradores, como tomar banho e cozinhar. As informações são do G1/TV Sudoeste.

A aposentada Erenéia Vieira, de 101 anos, disse que foi surpreendida pela situação da seca no povoado este ano. “Eu nunca vi uma seca como essa. Eu nunca vi o pasto seco, estou vendo agora”, lamentou.

A expectativa dos moradores é que agora, com a situação de emergência reconhecida, novas ações e medidas sejam tomadas para amenizar os efeitos da estiagem. De acordo com a Defesa Civil de Vitória da Conquista, 156 localidades, 16 assentamentos e um distrito são abastecidos com 17 carros-pipa.

“A prefeitura de Vitória da Conquista, já autorizou o Secretário de Administração a contratar 12 carros [pipa]. E a Defesa Civil está buscando junto a Sudec recursos oriundos do Ministério da Integração, para que nos meses de novembro e dezembro tenhamos mais uns quatro ou cinco carros para atender a população”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Ubaldino Figueredo.

No mês de outubro, em Conquista, começa a chover em média 56,5 milímetros. E até então, choveu menos da metade. O pesquisador Rosalve Lucas explica o atraso da chuva na região.

"O fenômeno natural La Niña foi embora antes do previsto e ela quem trazia a temperatura mais baixa. Outro fator, que o homem é responsável, é a queimada, que acentua nessa queda de umidade. O calor provocado pela queima acaba evaporando a pouquíssima água que fica no ar", contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments