VÍDEO | Câmera registra soldado da PM se matando depois de atirar por acidente em amigo


Uma câmera de vigilância registrou o disparo acidental que acabou em duas mortes na cidade de Goiânia, na quarta-feira (24). O soldado da Polícia Militar Flávio Faria de Oliveira, 31 anos, estava dentro do carro conversando com Matheus Oliveira Castro, de 20, quando a pistola dele disparou sozinha e atingiu a cabeça de Matheus.
     CONTÉM CENAS FORTES
                                                                                                                                                                
Ao perceber o que tinha acontecido, Flávio entrou em desespero e atirou contra a própria cabeça. Segundo informações da Polícia Civil, os amigos estavam bêbados na hora dos disparos.

Segundo testemunhas, ele estava bastante embriagado e manuseando a arma de fogo. Estavam todos reunidos ali, todos os amigos e, em certo momento ele falou que queria ir embora, entrou no seu veículo e ficou manuseando a arma.

Seu amigo que estava de fora do veículo de repente recebeu um disparo acidental da arma dele. Ele saiu do veículo, olhou para o seu amigo, verificou o que havia feito, atingiu seu amigo na cabeça", explicou a delegada Magda D’Ávila.

De acordo com o tenente-coronel Marcelo Granja, assessor de comunicação da Polícia Militar, a arma do soldado vai passar por uma perícia. “Só posteriormente é que teremos uma conclusão mais científica e técnica do que realmente ocorreu no local. Se ele estava realmente com arma de fogo, a polícia militar não coloca nenhum policial que não tenha recebido a devida instrução para tal”, disse.

Essa não foi a primeira vez que o soldado Flávio Faria de Oliveira teve problemas ao manusear sua arma na frente de amigos. No último dia 22 de junho de 2018, o soldado estava em uma mesa com amigos e começou a manusear sua arma. De acordo com Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, a arma disparou acidentalmente atingindo a perna de um homem que estava no local.

Logo após o disparo, uma equipe da Polícia Militar foi até o local e conversou com uma testemunha. Ela levou os militares até a casa do soldado, onde foi dada a voz de prisão. Com ele, os militares apreenderam sua pistola, uma Taurus PT 840. À época, Flávio Faria foi autuado e preso em flagrante pelo artigo 15 do Estatuto do Desarmamento (Disparo de arma de fogo)

O Soldado Flávio  trabalhou como estagiário no SICOOB/Crediconquista  em Vitoria da Conquista e era natural de Ibiassucê. Atualmente estava trabalhando e morando Goiânia, onde trabalhava na Policia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments