CONQUISTA | Projeto defende presença de doulas em hospitais do município

Entrou em discussão o Projeto de Lei Ordinária nº 78/2018, que dispõe sobre a presença de doulas nas maternidades, casas de parto e em estabelecimentos hospitalares congêneres de Vitória da Conquista.
                     

REPORTAGEM RELACIONADA
A doula Clarize Campos "Kika", na Tribuna Livre da Câmara Municipal, explicou que doula é uma profissional treinada para acompanhar mulheres durante o parto. A formação é via um curso com, pelo menos, 32 horas, e vivência prática de 12 horas, no mínimo. Sua função é acompanhar as gestantes durante o parto. 

Segundo ela, cerca de 24 doulas atuam em Vitória da Conquista. Elas proporcionam conforto físico e emocional às gestantes, sobretudo durante o parto. Para Clarize, é importante garantir nos hospitais públicos o acesso a esse tipo de ação, uma equidade entre a rede pública e privada. Clarize leu trecho de um depoimento de uma mão que teve acesso a uma doula em sua gestação e parto. Segue o trecho: 

“Senhores vereadores, senhoras vereadoras, o que pedimos a esta Casa é que através da decisão que vocês farão diante do projeto de lei em questão, vocês contribuam para que cada mães e cada bebê tenham direito de escrever no livro de suas vidas uma história de parto respeitosa e transformadora. Em nome de todas as mulheres, peço que os senhores não nos deixem desamparados à mercê apenas das instituições. As instituições são compostas por pessoas qualificadas e preparadas, mas que algumas vezes não entendem o parto como esse evento determinante na vida do outro. Somos mais que parturientes com seus recém-nascidos, somos pessoas que merecem respeito em cada detalhe de suas histórias. Por isso, espero que, como representantes do povo de Vitória da Conquista, esta Casa nos garanta o direito de ter a presença de nossas doulas em nossos nascimentos”. 

Clarize defendeu que toda mulher grávida tem direito a uma doula que, ao lado da equipe médica, dará todo o suporte ao parto. A doula pediu que os vereadores considerem e aprovem o projeto. “Precisamos ter a garantia de que vocês estão de fato cuidado do povo. E quem pare o povo? Somos nós as mulheres”, disse. 

A vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB) é autora da PL, em parceria com o mandato da vereadora Viviane Sampaio (PT). Nildma reforçou a importância do projeto que garante a presença das doulas durante o parto. “Sabemos do índice de violência contra mulheres parturientes, a presença das doulas dá mais segurança as mulheres”, disse. A vereadora pediu o apoio de todos os colegas vereadores para a provação da PL. 

Para o vereador Luís Carlos Dudé (PTB), Líder do Prefeito, o tema é bastante importante. “É obrigação dessa Casa” aprovar pois a presença das doulas deve humanizar ainda mais o momento do nascimento. 

Confira o pronunciamento da doula Clarize Campos:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments