DESPERDÍCIO | Herzem Gusmão manda demolir muro do Ceasa após protestos de comerciantes


Pouco mais de um mês após o início das obras de construção de um muro de alvenaria em frente ao Ceasa de Vitória da Conquista, em meio a protestos de comerciantes, o prefeito Herzem Gusmão (MDB) voltou atrás e ordenou a demolição da estrutura nesta segunda-feira (5).
Indignados com o desperdício de dinheiro público, leitores registraram a demolição e encaminharam vídeos para a redação. Procurada para falar sobre o assunto, a Prefeitura não se manifestou até o fechamento desta reportagem. VEJA O VÍDEO NO PLAYER ABAIXO

                 

A reportagem do Sudoeste Digital/TV Conquista acompanhou os protestos durante a construção do muro e entrevistou comerciantes, insatisfeitos com a interrupção do tráfego e dos serviços de carga e descarga de mercadoria.



Segundo eles, até mesmo os veículos para carga e descarga de mercadorias estão proibidos de acessar a rua, o que prejudica o comércio e afasta clientes.

“Nem mesmo os veículos dos comerciantes podem ter acesso, por causa do andamento das obras, iniciadas há mais de trinta dias”, protesta a comerciante Solimar Bandeira.

Com isso, de acordo com os empresários locais, houve redução no fluxo e clientes e o comércio sofreu uma queda estimada em mais de 60 por cento.

Os ônibus do transporte intermunicipal e rural também não podem estacionar na via paralela à central de abastecimento.

A parada foi transferida para a rua da misericórdia, entre Jorge Stolz e Praça Hercílio Lima, antiga Praça da Pedra.

ENTENDA O CASO

A comissão parlamentar formada pela Câmara Municipal com o objetivo de buscar solução para o problema se reuniu  com comerciantes e representantes do governo municipal.

Membro da comissão, o vereador Cícero Custódio (PSL) explica que a Câmara está cumprindo a sua função, buscando o diálogo para solucionar o problema.

Na reunião ficou decidido que a prefeitura seguirá com a realização da obra, e uma nova reunião será realizada a fim de encontrar um denominador comum que garanta condições possíveis de segurança, fluidez do trânsito e para o comércio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments