MEMÓRIA | Há dois anos eleitores elegiam Herzem Gusmão prefeito de Conquista; relembre suas propostas

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto
Há dois anos e uma semana, em 30 de outubro de 2016, o terceiro maior eleitorado da Bahia elegia prefeito o então candidato Herzem Gusmão (MDB) para um mandato de quatro anos à frente dos destinos de Vitória da Conquista.


Raio-x de Vitória da Conquista (Foto: Arte / G1)Entre as propostas do prefeito eleito, se destacaram a criação de três Subprefeituras nos Distritos de Inhobim, José Gonçalves e BatePé, na zona rural da cidade, para atender serviços de recuperação de solos, preparo de áreas para plantios, terraços, colheita, construção, recuperação e conservação de estradas vicinais, dragagem, obras de drenagem e irrigação.

Na área da Saúde, Herzem Gusmão promete ampliar as equipes do Programa de Saúde da Família para atuar na prevenção, promoção e recuperação da saúde. Com relação à Educação, entre outras propostas, o prefeito eleito prometeu ampliar progressivamente para até 30% os recursos obrigatórios do município na educação fundamental, com ênfase para a educação infantil; e implantar o Boletim Eletrônico dos alunos, que poderá ser acessado pelos pais através da Internet.

Biografia

Herzem Gusmão nasceu em 2 de junho de 1948, em Vitória da Conquista. Ele iniciou a carreira trabalhando numa rádio, aos 20 anos. É formado em Direito e pós-graduado em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Em 2014, foi eleito deputado estadual suplente. Um ano depois, assumiu o mandato onde ficou por 15 meses.

Herzem Gusmão é eleito prefeito de Vitória da Conquista (Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

Após as eleições de 2 de outubro, quando Herzem Gusmão teve 47,82% dos votos e Zé Raimundo 31,69%, foi iniciada a disputa para o segundo turno.

Na segunda disputa, tendo como adversário o atual deputado estadual reeleito, José Raimundo Fontes (PT), Herzem se sagrou vencedor com exatos 95.710 votos contra 70.513 do opositor. Em percentual, ele obteve 57,58% dos votos válidos, enquanto Zé Raimundo ficou com 42,42%.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município contava com pouco mais de 346 mil habitantes. Deste total, cerca de 230, 6 mil são votantes. Trata-se do terceiro maior colégio eleitoral da Bahia, ficando atrás apenas dos municípios de Salvador e Feira de Santana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments