NOTÍCIAS DO MANDATO | Vereador Cori denuncia desmonte da política nacional de assistência social


Na sessão ordinária dessa quarta, 14, o vereador Professor Cori (PT) destacou a carta aberta do Conselho Estadual de Assistência Social da Bahia em defesa do financiamento público da política da assistência social.
Segundo o documento, quase 14 milhões famílias brasileiras são beneficiadas pelo Programa Bolsa Família. Porém, um projeto encaminhado pelo atual presidente, Michel Temer, prevê para 2019 um corte de cerca de 40% em todos os programas de assistência social. Caso se concretize, mais de 7 milhões de famílias serão desligadas do Bolsa Família.

Segundo o vereador, a situação é crítica, pois cerca de 2,3 milhões de pessoas serão desligadas do BPC (Benefício de Prestação Continuada). “Quem é que recebe o BPC? As pessoas que passaram de 65 anos e não conseguiram aposentadoria”, falou. Além disso, pessoas com deficiência (qualquer idade) que apresentam impedimentos de, no mínimo de dois anos, de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, têm direito ao benefício.

Cori relatou que, na Bahia, uma parcela significativa da população é beneficiária do Bolsa Família ou BPC. “São mais de cinco milhões de pessoas que recebem, em média, R$ 182,00 por mês para se manterem minimamente e que estão, a grande maioria, desempregadas”, detalhou.

A queda prevista é de cerca de R$ 4 bilhões, somente no estado. Cori alerta que o impacto será geral, desde a vida útil dessas famílias até o comércio e economias dos municípios baianos, situação da qual Vitória da Conquista não ficará de fora.

O vereador afirmou que geração de emprego e renda tem que está associada à responsabilidade social. “O governo que tem como meta tirar somente dos pobres realmente não pode representar um projeto de Brasil para os brasileiros”, disse. O vereador deu “cartão vermelho” à política de Temer. Ele pediu que a Casa apoie a carta e repudie as ações do presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments