NOTÍCIAS DO MANDATO | Vereadora Viviane: "não se pode comparar a gestão do PT com as mazelas de Herzem Gusmão"

Imagem Viviane dispara: não se pode comparar a gestão do PT com as mazelas de Herzem Gusmão
Na sessão ordinária dessa quarta, 7, a vereadora Viviane Sampaio (PT) parabenizou Vitória da Conquista pelos 178 anos de emancipação política.
A data é comemorada no dia 9 de novembro. “Infelizmente, nós não temos muito o que comemorar”, lamentou ao elencar o que considera mazelas da atual gestão: dois aumentos da tarifa de ônibus, a segunda sem passar pelo Conselho de Transporte; crise no transporte coletivo; caos na saúde; fechamento de escolas na zona rural; falta de transporte e merenda escolar; exportação dos recursos públicos via empresa terceirizadas; caos da zona rural; demolição das casas do Cidade Maravilhosinha; perseguição aos professores municipais.

Em sua fala, Viviane foi taxativa. Não se pode comparar a gestão do PT “com as mazelas do atual governo Herzem Gusmão”. Para ela é nítida a diferença entre as duas gestões. A vereadora voltou a comentar a terceirização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Ela explicou que, desde o dia 1º está vigente o contrato de duas ambulâncias especializadas com oito condutores. Segundo ela, os veículos não chegaram ainda no pátio do serviço.

A edil questionou notícias divulgadas na imprensa informando que os veículos já estavam em funcionamento. De acordo ela, são informações falsas. A vereadora afirmou que um dos motoristas contratados pela empresa terceirizada assumiu uma ambulância do Município. A situação foi registrada por um site de notícias local. “Algo totalmente ilegal. Não tem previsão na parte contratual”, falou.

Ela apontou outras irregularidades: o contrato foi feito à revelia do Conselho Municipal de Saúde; conforme o contrato, o combustível para as ambulâncias não será fornecido pela empresa e sim pelo Município, informação diferente da divulgada pela imprensa.

“Além de terceirizar as ambulâncias com um preço absurdo, de quase R$ 800 mil, que dá para comprar quatro ambulâncias novas, também recebemos a denúncia que tem uma ambulância nova, de 2016, no pátio, que está há três meses aguardando troca de amortecedor”, relatou. Para ela, trata-se de uma situação absurda, que descaracteriza esse tipo de serviço. Viviane frisou que é contraditório a gestão manter uma ambulância própria desativada pela falta de amortecedor ao mesmo tempo em que terceiriza o serviço, a um preço exorbitante, com a justificativa de que se trata de economia de recursos públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments