PRF EM AÇAO | PRF registra redução de acidentes, feridos e óbitos durante feriado prolongado na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal na Bahia encerrou, às 23h59min deste domingo (18), a Operação Proclamação da República 2018.

Durante o período, foi registrada redução de 20,41% no número total de acidentes, com 39 este ano contra 49 do mesmo período do ano passado. Em relação aos acidentes graves, aqueles em que há, pelo menos, um ferido grave ou óbito, a retração foi de 33,33%: 12 em 2017 e 8 este ano. Mais expressiva ainda foi a redução do número de óbitos neste feriado, quando duas pessoas morreram, redução de 75% na comparação com 2017, quando oito pessoas perderam a vida.
Um dos acidentes com morte ocorreu no sábado, na BR 116 em Jequié, quando dois veículos colidiram frontalmente, após ultrapassagem indevida vitimando um idoso de 70 anos. O outro acidente ocorreu ontem na BR 242, em Itaberaba, também por colisão frontal.
Nos cinco dias de intensos trabalhos realizados, durante o feriado que prolongou o final de semana, foram fiscalizados 6.518 veículos e 7.078 pessoas, com destaque para 433 autuações a condutores fazendo ultrapassagens proibidas e 28 motociclistas autuados pelo não uso de capacete. Os números apresentados de pessoas e veículos fiscalizados representam, respectivamente, um aumento de 90% e 104% em relação a 2017.
Durante as ações, 20 condutores foram autuados por transportarem crianças sem o devido equipamento de segurança.
Alcoolemia
A PRF realizou 3.184 testes com o bafômetro que resultaram em 45 autuações por dirigir sob efeito de álcool. Duas pessoas foram presas por apresentarem índice de alcoolemia que superou os 0,30 mg/l de álcool no organismo, o que é considerado crime pelo Código de Trânsito Brasileiro.
Excesso de velocidade
Essa é uma conduta que coloca em risco a segurança dos usuários das rodovias, uma vez que os acidentes que ocorrem quando os veículos estão em alta velocidade costumam ser graves, geralmente com de mortes e feridos por conta do forte impacto. Foram autuados 3.355 condutores por excesso de velocidade nas rodovias federais na Bahia.
Criminalidade
No combate à criminalidade, três veículos roubados foram recuperados e 14 apreendidos. Na quarta-feira (14), um passageiro de ônibus foi preso com 33 kg de maconha na BR 116 em Vitória da Conquista.
Ações educativas
Além das fiscalizações, a PRF também realizou em todo o estado abordagens com ações educativas, que atingiram motoristas e passageiros de automóveis e caminhões e também passageiros de ônibus.
Mais de 3.450 pessoas foram atingidas pelas diversas modalidades, como: Cinema rodoviário, palestras e abordagens educativas. Estas ações visam buscar maior conscientização da importância de cada pessoa para um trânsito mais seguro.
Números da Operação Proclamação da República na Bahia (2018)
– 02 mortos;
– 50 feridos;
– 39 acidentes;
– 3.355 flagrantes de excesso de velocidade;
– 45 motoristas bêbados;
– 433 ultrapassagens proibidas;
– 20 crianças sem cadeirinha;
– 05 autuações por uso de celular ao volante;
Números da Operação Proclamação da República na Bahia (2017)
– 08 mortos;
– 57 feridos;
– 49 acidentes;
– 44 motoristas bêbados;
– 372 ultrapassagens proibidas;
– 13 crianças sem cadeirinha;
– 05 autuações por uso de celular ao volante
(Nucom/PRF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments