DIGITAL PIMENTAS

FAKE NEWS | A quem interessa espalhar boatos sobre reajuste de passagem em Conquista?

Uma montagem em papel com o timbre da Prefeitura Municipal, disseminada nas redes sociais nesta quinta-feira (27), informando sobre um suposto reajuste de 16% no reajuste da tarifa e outros serviços do transporte coletivo, a partir de 1º de janeiro, em Conquista, mostra a face criminosa de bandidos interessados em abalar as estruturas de um sistema em constante ataque de clandestinos.
Sem entrar no mérito, atribuir ou supor autoria do falso comunicado, a população por si mesma lança dúvidas e contestações sobre os que estão por trás da fake news (notícias falsas). Perguntam, por exemplo, os motivos pelos quais não se lançam notícias falsas sobre um eventual aumento da "tarifa" dos mais de 600 clandestinos que desafiam Prefeitura, Justiça, Ministério Público e forças policiais.

Certamente a autoria logo se revelará e, com ela, nomes por trás de uma ofensiva perigosa, que também afeta a população, visto que boatos servem tão somente para espalhar pânico na comunidade. Cabe agora à perícia policial buscar elementos e robustecer provas contra quem quer que seja o responsável (ou responsáveis) por esse ato vil.

Bandidos? Sim, são bandidos. Aqueles que roubam a paz de uma cidade, viu sucumbir uma empresa de ônibus e, com ela, a produção instantânea de 517 famílias órfãs da Viação Vitória. Ladrões de direitos legais e comerciantes do caos. A esse tipo de gente, a dura força das autoridades e o rigor da letra fria da lei.

Foi um simples papel, mas com poder de destruição tão imenso como o fogo que consumiu um ônibus em chama este ano. Tão voraz como o apetite de pessoas travestidas de trabalhadores que, usando de tal expediente, não medem esforços para burlar a lei e a ordem. Estamos vigilantes, prontos para o enfrentamento, desnudando marginais e promovendo o bem-comum: uma sociedade organizada e cumpridora dos seus deveres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments