DIGITAL PIMENTAS

ECONOMIA | Famílias aproveitam férias para pequenas reformas em residências

Resultado de imagem para material de construção
Embora a grande maioria das pessoas aproveite o período de férias para se divertir em praias, parques e piscinas, o fato é que esse mês de altas temperaturas também acaba sendo escolhido por muitas famílias para colocar em prática a reforma da casa. Com isso, quem lucra são profissionais da área e as lojas de material de construção.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
       

Conforme destaca Guilherme Souza, entre dezembro e janeiro a venda de materiais para obras aumenta em até 30%, o que, segundo ele, acaba sendo impulsionado pelo pagamento do décimo terceiro e do adicional de férias, que muitos trabalhadores recebem durante o recesso.

Dezembro e janeiro são meses muito bons para venda de material de construção porque muitas pessoas querem terminar ou começar o ano com a casa de cara nova, colocando em prática alguma reforma que já havia sido planejada.

"Na minha loja vejo pessoas comprando material para vários tipos de serviços, mas a troca de pisos é um dos que saem na frente, principalmente hoje com a variedade de porcelanatos disponíveis no mercado como, por exemplo, os que imitam madeiras e pedras, que são os mais vendidos", disse o comerciante, ao destacar que banheiros, cozinhas e áreas externas são as partes da casa que têm mais prioridade durante uma pequena reforma.

O comerciante Eduardo Caravieea, que há 40 anos tem uma loja de material de construção, também confirma que nesse período aumenta a demanda de alguns serviços Mas, de acordo com ele, o boom mesmo de obras e reformas se dá de setembro até dezembro, quando as pessoas estão preocupadas em arrumar a casa para receber parentes e amigos para as festas de final de ano.

"De alguns anos para cá, com essa recessão, as coisas ficaram mais difíceis e as pessoas estão adiando grandes obras, mas, de qualquer forma, não deixam de reformar um banheiro, a cozinha ou qualquer outra área da casa e, com isso, sentimos sim em janeiro um reflexo nas vendas de materiais de construção", completou o comerciante.

Obra nas férias

A dona de casa Patrícia da Silva Rocha, de 33 anos, conciliou o lazer das férias de janeiro, quando o marido está em casa, com a decisão de reformar o banheiro da casa. Segundo ela, para não deixar de viajar com o filho, eles se organizaram financeiramente reservando todo o valor do décimo-terceiro para ser investido na obra, que tem início na próxima segunda-feira, mas também para passear.

"Quebrar o nosso banheiro e construir outro novinho, como a gente gostaria, foi uma meta proposta para o ano de 2018. Não foi possível realizarmos no final do passado, devido à correria do período de festas, mas agora a obra vai começar", disse.

"Temos um filho pequeno, que gosta de passar alguns dias na praia, por isso antecipamos esse passeio para a virada do ano e, agora, vamos focar somente na obra", explicou a dona de casa, ao ressaltar que a pintura do imóvel também está incluída nos serviços de melhoria.

Outra família que decidiu reformar a casa aproveitando as férias de janeiro foi da do mecânico Djair Gomes, de 55 anos. Ele, que mora com a mulher e dois filhos, um de 20 anos e outro de 25, explica que a decisão de trocar todo o piso do imóvel foi em consenso entre os quatro e que todos se dispuseram a investir parte do décimo terceiro salário para que a obra fosse realizada.

Como ele e o filho mais velho estão de recesso, nesse período, os dois poderão contribuir com a mão de obra durante o serviço, que começa na próxima semana.

"Todos na minha casa trabalham e todos viam a necessidade dessa obra. Em outubro do ano passado fizemos um orçamento com um pedreiro, pesquisamos preços dos pisos e vimos que se cada um contribuísse um pouco daria para colocar em prática. Fechamos com um profissional de confiança, amigo da família, e agora vamos iniciar a obra", ressaltou o mecânico.

Vantagens de reformar nas férias

Conforme destaca o mestre de obras, Reginaldo Dias, de 41 anos, entre as vantagens de se reformar a casa no final do ano e início do ano, quando geralmente o chefe de família está presente, é que questões como compra de materiais e imprevistos podem ser resolvidos rapidamente, além da mão de obra, que também pode contribuir para que os serviços tenha um melhor rendimento.

"Tem muito chefe de família que se dispõe a trabalhar durante as férias como servente, na própria obra, o que acaba nos auxiliando e ainda fazendo com que ele economize na despesa com mão de obra. Tem pedreiros que não gostam, mas eu, particularmente, gosto muito de trabalhar tendo o dono da casa ao lado, uma vez que assim não riscos do serviço sair com ele desejava", disse o mestre.

Segundo ele, nesse período de início de ano, os serviços mais requisitados são realmente os de reforma, incluindo troca de pisos, janelas, telhados, reforma de cozinha, banheiro, área de festas, entre outros. De acordo com Dias, geralmente o prazo máximo para esses serviços são de dez dias, o que acaba não comprometendo todo o período de férias da família.

"Como eu disse, são reformas e melhorias, e não uma construção, que demanda um tempo maior. Uma dica para quem deseja reformar nessa época do ano e não passar por estresse é fazer um planejamento da obra, contratar uma mão de obra qualifica e dar preferência para materiais de qualidade e que não vão apresentar complicações durante o trabalho", orientou o mestre. | Reportagem: Roze Martins | Diário do Vale (https://diariodovale.com.br/economia/familias-aproveitam-ferias-para-pequenas-reformas-em-residencias/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments