GASOLINA EM CONQUISTA | Uma das mais caras da Bahia; há indícios de cartelização dos preços na maioria dos postos

Imagem: Reprodução/Redes sociais
Jussara Novaes (Especial para o Sudoeste Digital) - O elevado preço cobrado pelo litro da gasolina em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, pode resultar em processo de investigação de suposto cartel em todos os postos do município. Apesar da crescente insatisfação de consumidores nas redes sociais - inclusive com abertura de abaixo-assinado na internet, nem Procon, nem a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara de Vereadores se manifestou até então.
Os preços permanecem inalterados nas bombas, sem redução, apesar de a Petrobras ter anunciado uma redução de 1,38% no preço da gasolina vendida em suas refinarias, com o litro do combustível passando a ser comercializado a R$ 1,4337 a partir desta quarta-feira (9), dois centavos a menos do que o preço praticado até o dia anterior (R$ 1,4537).

Essa foi a terceira queda consecutiva do preço do combustível, que começou o ano sendo vendido a R$ 1,5087 por litro. Desde o dia 1º, a gasolina acumula queda de 4,97% no preço nas refinarias da estatal. O preço do diesel foi mantido em R$ 1,8545, o mesmo valor desde 1º de janeiro

Indignados com o que consideram cartelização dos preços dos combustíveis na cidade, os internautas trocam informações sobre o local onde há variação de preço para baixo, sugerem boicote às grandes redes e criticam a postura de alguns empresários, que vendem gasolina mais barata em cidades da região, mas mantém o preço elevado em Conquista. 

"Não tem fiscalização e os donos de postos fazem vista grossa quando o assunto é redução de preço de combustível", protestam.

"Daqui alguns dias a gasolina vai estar a menos de 1 real nas refinarias, enquanto nos postos o mesmo preço de sempre, e a população à mercê dessa quadrilha. Quem poderia ajudar a população (Procon, Ministério Público) fazem vista grossa".

Os mais criticados são os postos Belo Jardim e Sabrina, que possuem unidades em outros municípios da Bahia. Nenhum representante de posto quis comentar o assunto.

Conforme levantamento esta semana, das três maiores cidades da Bahia, Vitória da Conquista é a que tem a gasolina mais cara, em torno de R$ 4.69. Em Salvador o motorista paga até R$ 4,48 pelo litro do combustível, e em Feira de Santana, R$ 4,49. 

Porto Seguro, Extremo Sul do estado, ainda continua com a gasolina mais cara da Bahia, mesmo com as quedas consecutivas nas distribuidoras. O litro pode chegar a R$ 4,99 em alguns estabelecimentos. Além dos moradores, turistas estão assustados com o preço do combustível.

O preço da gasolina comum em Porto varia entre R$ 4,86 e R$ 4,99. Já a gasolina aditivada chega a R$ 5,99. Por causa dessa variação, muitos consumidores pesquisam bastante antes de abastecer.

Já nas maiores cidades da região, algumas bem próximas de Conquista, os preços dos combustíveis estão bem abaixo dos praticados na ‘capital’ do Sudoeste. Em Guanambi pode ser encontrada por R$ 4,56 e a mais cara, R$4,59. Já em Itapetinga, por exemplo, a gasolina mais barata é vendida a R$ 4,51 o litro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments