ARTIGO | Não te dou parabéns! (Padre Carlos)*

Resultado de imagem para Dia Internacional das Mulheres
Vejam vocês, hoje é o Dia Internacional das Mulheres e o que constatamos, é que cada vez mais o papel político deste dia vai sendo substituído por um dia destinado a homenagear as mulheres, com aquelas mensagens que, em geral, servem para escamotear a realidade em que vivemos.
Por tudo isto, hoje não te dou parabéns, te dou todo meu respeito. Como parte do cerimonial, hoje as mulheres vão receber flores, declarações de amor e mensagens que as enaltecem como se pertencessem a uma raça superior. Em apenas um único dia a mulher será tratada como se não tivesse defeitos, como se não fosse um ser humano normal.

O que tem chamado minha atenção, é o fato das divulgações destes eventos, sejam no comercio ou nos órgãos públicos, não constar nada que lembre o papel político do oito de março. Pelo contrário. Nas propagandas não se faz alusão ao fato do dia 08 de março ser consagrado às mulheres pelas lutas que elas travaram ao longo da história, mas por ela ser raiz da sensibilidade, tronco da multiplicidade, folha da serenidade, essência da natureza humana, etc, etc, etc. Essas características não são exclusivas do gênero feminino, elas fazem parte da essência humana, ou pelo menos de uma parte da raça humana.

O fato é que o 08/03 foi consagrado à mulher como um reconhecimento às lutas por ela empreendidas. Em 8 de março de 1857, operárias de New York ocuparam a fábrica têxtil onde trabalhavam para reivindicar redução na jornada de trabalho, equiparação de salários com os homens e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

As manifestantes foram violentamente reprimidas. Elas foram trancadas na fábrica, que foi incendiada. Cerca de 130 tecelãs morreram carbonizadas. Em 1910, numa conferência na Dinamarca, se convencionou que o 08/03 seria o "Dia Internacional da Mulher" em homenagem àquelas que, como as têxteis, lutavam por seus direitos. Em 1975, a ONU oficializou a data através de um decreto.

Assim, e pelo mundo afora ao longo do século XX, o 08/03 ficou sendo usado para que as mulheres se manifestassem e lutassem pelos seus direitos. O 08/03 passou a ser o símbolo da luta das mulheres contra a opressão, a violência, o preconceito, etc. É por isso que hoje não é um dia para se dar parabéns às mulheres. Também não deve ser um dia para você, caro ouvinte, fazer uma declaração de amor para sua esposa, namorada, companheira, ou seja, lá como você a trate.

Hoje, é um dia para as mulheres se manifestarem politicamente e para reafirmarem seus direitos, mesmo que estejam reavaliando se realmente valeu a pena lutar tanto para entrar no mercado de trabalho e ter os mesmo direitos e deveres dos homens. O movimento feminista não fez a luta completa.

Deveria ter lutado para que a mulher fosse para o mundo do trabalho, com os mesmo direitos dos homens, e para que estes fossem obrigados a assumir das tarefas de casa. Nessa luta as mulheres saíram perdendo na medida em que passaram a ter a dupla jornada de trabalho e os homens seguiram tendo a jornada de sempre. Mas, nem tudo está perdido, pois muitos homens, como eu, são bons donos de casa.

Hoje não é o dia ideal para você ofertar flores para sua amada. Também não indico que você dê uma caixa de bombons de chocolate para ela, pois corre o risco dela comer tudo e, depois, dizer que engordou por causa dos bombons que você deu a ela. Se o caro ouvinte aceita uma sugestão, não dê nada disso a sua amada. A melhor coisa a dar a ela hoje é RESPEITO. Diga a ela, com sinceridade, claro, que a respeita pelo que ela é, pelos valores e opiniões que ela têm.



SOBRE O AUTOR E SEU CONTEÚDO

* (Padre Carlos Roberto Pereira, de Vitória da Conquista, Bahia, escreve semanalmente para esta coluna)

Sudoeste Digital reserva este espaço para seus leitores. 
Envie sua colaboração para o E-mail: redacao@tvsudoestedigital.com.br, com nome e profissão.

Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do site, sendo de inteira responsabilidade de seus autores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments