CONQUISTA || Zé Maria Caires defende centro de convenções na área do aeroporto

Resultado de imagem para Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo
O empresário José Maria Caires, idealizador do movimento institucional "Conquista Pode Voar Mais Alto", defende a construção de um centro de convenções no aeroporto "Pedro Otacílio de Figueiredo", em Conquista, assim que o novo equipamento entrar em operação.
O "Pedro Otacílio Figueiredo" é um aeroporto que serve Vitória da Conquista e região, e é de propriedade do governo do Estado.

Resultado de imagem para José Maria Caires⇦Zé Maria, como é mais conhecido o empresário, foi um dos pioneiros na defesa de um novo aeroporto, por acreditar no potencial sócio, político e econômico de Vitória da Conquista, polo de atração regional na Bahia e com influência em todo o norte de Minas Gerais.

Para defender a sua proposta, Zé Maria elenca diversos fatores, como a captação de turistas e duplicação do número de embarques e desembarques. 

"Em agosto o aeroporto será inaugurado e, com isso, virá pra cá a Gol, dois voos diários, ligando Vitória da Conquista a São Paulo, com a perspectiva de, em 2020, sairmos de 300 mil embarques e desembarques para aproximadamente 600 mil, dobrando o nosso volume de passageiros", sustentou.

De acordo com Zé Maria, há uma errada noção de que o aeroporto servirá apenas para os passageiros de Vitória da Conquista. "Nossa real pretensão é que o município passe a ser um captador de pessoas oriundas dos grandes centros, como São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Paraná, enfim dos estados do Sul e do Sudeste para Vitória da Conquista".

Ele destacou, ainda, o avanço na rede hoteleira local, com novos investimentos nos últimos meses e uma gastronomia que, segundo o empresário, não deve a nenhuma capital do Brasil ou do mundo. Ele fala coma  segurança de quem, por meio da sua empresa Maxtour Turismo, conhece as principais "cozinhas" dos melhores destinos do planeta.

"A gente precisa captar e atrair para Vitória da Conquista eventos de grande porte, como congressos de Medicina, Direito, Odontologia, mas não temos um centro de convenções que comporte 1.500 ou até 2 mil pessoas, o que seria um número adequado para atender a demanda. Temos que mobilizar os governos federal, estadual e municipal para que naquele imóvel do antigo aeroporto seja o nosso futuro centro de convenções", prosseguiu.

A locomoção até o espaço seria outro grande trunfo, como analisa o empresário, sugerindo alterações em algumas rotas. "Poderíamos fazer a duplicação da avenida que sai na perimetral, recuando o muro sentido pista do aeroporto antigo. Essa mesma pista, que é de 1.750 metros, passaria a ser uma avenida, ligando os bairros Patagônia e Kadija à Lagoa das Bateias", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments