Madeireira Sudoeste

Madeireira Sudoeste

CONSUMIDOR ABANDONADO | Defesa do consumidor não atua e postos de combustíveis debocham dos consumidores

Resultado de imagem para BOMBA DE GASOLINA
Embora a Petrobras tenha anunciado redução em 3% preço da gasolina nas refinarias nesta terça-feira, 11, a segunda redução da gasolina no mês, os postos de combustíveis continuam a debochar dos clientes, deixando de repassar valores menores para as bombas.
Mesmo diante de fortes indícios de cartelização em Conquista, nenhum órgão de defesa do consumidor levou as apurações adiante até o momento. Com a nova redução, o valor médio do litro passará de R$ 1,8144 para R$ 1,7595, uma redução de 5 centavos. Já o preço do diesel foi mantido inalterado.

A reportagem do Sudoeste Digital percorreu 8 postos de combustíveis no último sábado e voltará a repetir a apuração nesta terça-feira. O que se viu até então foi a manutenção dos valores antigos, sem que houvesse queda no preço da gasolina.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Na semana passada, o preço médio da gasolina nos postos no restante do País caiu pela 4ª semana seguida, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP). Vitória da Conquista foi na contramão e manteve a alta.

O valor médio terminou a semana em R$ 4,52 por litro, uma queda de 0,64% na comparação com o valor da semana anterior. Já o valor médio do diesel ficou em R$ 3,642, também queda de 0,25%. Já nos postos de Conquista, terceira maior cidade da Bahia, o produto podia ser encontrado a mais de R$5,00 o litro.

A Petrobras decide seus preços de combustíveis com base em fatores como a cotação internacional do petróleo e o câmbio, mas uma sistemática em vigor desde setembro prevê o uso de operações de hedge para permitir um espaçamento maior entre os reajustes.

Hedge é uma estratégia de proteção para os riscos de um investimento, que neutraliza a posição comprada ou vendida para que seu preço não varie. Ao fazer uma operação de hedging, o investidor tem como objetivo eliminar a possibilidade de perdas futuras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Comments